ColunistasRelacionamentos

Não importa quanto tempo passe, se o amor é genuíno, ele permanece…

Não importa quanto tempo

Reciprocidade não se compra, reciprocidade se tem! Não importa quanto tempo passe, se o amor é genuíno, ele permanece.



Dia desses me perguntaram se acredito em alma gêmea. Sim. Eu acredito que existem pessoas que foram feitas uma para outra. Sei que para algumas pessoas é pura ilusão, mas acredito que existe a pessoa certa. Em alguns casos, elas se conhecem e jamais se separam. Em outros, elas se desencontram, mas acabam se encontrando novamente. Contudo, algo que está destinado a acontecer, simplesmente acontece.

Não importa quanto tempo passe, se o amor é genuíno, ele permanece.

Foi através de uma linda história de amor narrada no rádio, que tirei inspiração para escrever esse texto.


Moça simples, humilde, trabalhava como doméstica para sobreviver.

Em certa ocasião, essa moça foi convidada por uma senhora de classe alta para fazer um almoço para um rapaz, cujo seus sentimentos estavam aflorados, entretanto, aconteceu o inesperado. O moço não só se apaixonou pela comida que foi lhe preparada, como também, pela moça que o serviu. Foi amor à primeira vista, de ambas as partes.

Como qualquer casal, encontraram diversos obstáculos que poderiam servir de empecilho para desistirem um do outro, contudo, o amor falou mais alto.

Apesar da família do moço ter sido contra, desde o início, devido à diferença de classe social, o moço estava disposto a lutar em prol do amor que ambos sentiam. Juntos, superaram todos os tipos de preconceitos, casaram-se e tiveram dois filhos lindos!


O casamento durou 16 anos. Infelizmente, o moço veio a falecer por conta de problemas no coração. Mas, enquanto viveu, foi amado por aquela que todos rejeitaram, e ela, que nunca teve nada, ganhou o que dinheiro nenhum poderia pagar:  a reciprocidade.

Eles não terminaram juntos, mas quem disse que a morte mata o amor? O amor se faz único e os momentos se eternizam. Aquele (a) que nos foi e nos é especial é insubstituível.

Acredito que podemos e devemos, sim, amar novamente, entretanto, sempre haverá espaço em nosso coração para aqueles que jamais poderão ser esquecidos.



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: olegbreslavtsev / 123RF Imagens


Por que a saudade dói tanto e às vezes nem o tempo consegue curar?

Artigo Anterior

Limpar a casa faz tão mal às mulheres como fumar 20 cigarros por dia

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.