Comportamento

“Não julguem minha mãe”: bebê é abandonado e mãe escreve comovente carta explicando motivos

5 capa Nao julguem minha mae bebe e abandonado e mae escreve carta explicando motivos

Ela não tinha condições financeiras para cuidar do filho e decidiu deixá-lo para adoção com uma carta sensível e desesperada.



Existem muitas famílias que, num ato de desespero, entregam seus filhos para adoção. Em busca de uma realidade melhor para aquelas crianças, diferente da que vivem, pais e mães preferem colocar as crianças em casas de acolhimento do que fazê-las sofrer.

É uma questão delicada, que mexe com o imaginário e a moral da população de qualquer região do mundo, já que cada indivíduo, a depender do que acredita, como vive e o que defende, vai apresentar uma forma diferente de agir ou pensar nesse caso. Qualquer assunto que seja considerado tabu sempre vai dividir opiniões.

Mas a realidade é que o abandono acontece, tanto que, segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), mais de 5 milhões de crianças não têm o registro do nome pai na certidão de nascimento, isso sem falar nos que até colocam o nome, mas nem sequer se importam em acompanhar o crescimento e desenvolvimento do filho, acreditando que esse é um “trabalho” da mãe.


A divisão de trabalhos é desigual, as mulheres são mais julgadas e punidas e, de qualquer forma, o abandono continua existindo, o que evidencia que a pobreza e a falta de planejamento familiar também. Em Portugal, no município de Agualva-Cacém, aconteceu uma história parecida, impactante e emocionante.

Com apenas 23 dias, um recém-nascido foi abandonado na porta do Centro Social de Cacém. Dentro dos procedimentos comuns, os funcionários do local acionaram a polícia e o Corpo de Bombeiros, para que fossem ao local averiguar a situação.

Assim que pegou a criança, o bombeiro Joel Gomes, segundo reportagem da TVI, percebeu que havia uma carta escrita pela mãe.

Nas poucas linhas que se seguem, é possível perceber o desespero dessa mãe que, sem condições, precisou deixar o filho para que fosse adotado por outra família. As imagens do menor não foram divulgadas para proteger a identidade da criança.


5 2 Nao julguem minha mae bebe e abandonado e mae escreve carta explicando motivos

Direitos autorais: reprodução/TVI.

O bombeiro afirmou que a carta emociona a todos e que a criança foi encontrada em ótimas condições, ao contrário do que se imaginava. Estava dormindo de forma tranquila, bem nutrida, com boa temperatura, limpa e com roupas e cobertores também limpos. Segundo o profissional, esses são sinais claros de que a mãe gostava muito da criança, amava e sabia cuidar, mas não tinha condições financeiras.

O pequeno bebê não tinha nenhum sinal de mau-trato, estava em um cesto de vime, com vários produtos de higiene, leite e roupas. Mesmo apresentando ótimo estado, ele foi levado ao hospital para fazer alguns exames de rotina e depois a uma casa de acolhimento temporário e provavelmente pode ser adotado.

O Ministério Público iniciou um inquérito e as câmeras de segurança foram analisadas e, caso a mãe seja descoberta, pode ser alvo de análise de uma Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco, já que não se pode abandonar crianças na porta dos locais, mesmo que eles sejam destinados para isso.


Na comovente carta, a mãe escreve em primeira pessoa, como se fosse o próprio bebê a contar a história, e pede desculpas por ter chegado à vida das pessoas de forma repentina.

Explica que a mãe o ama muito, a ponto de entregá-lo a uma família com condições, pede que ninguém a julgue, já que ela quer que o filho viva bem, sem sofrer como ela.

Pede ainda que ninguém maltrate a criança, que ela seja bem cuidada, como se fosse um filho e agradece pelo carinho. Além disso, a mãe fez questão de dizer a data de nascimento da criança no fim da carta, dizendo que estava perto de completar um mês.

Caso nenhum familiar seja encontrado, o bebê será encaminhado para passar por um processo de adoção e poderá encontrar outra família.


O que você acha deste caso?

Comente abaixo e compartilhe-o nas suas redes sociais!

Senhora de 89 anos cozinha tortas para pessoas necessitadas na pandemia. Muito generosa!

Artigo Anterior

Cada vez que um paciente morre, médica compra uma planta: “Procuro conhecê-los!”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.