3min. de leitura

Não odeie as experiências que o moldaram!

Não odeie seu coração partido, isso o tornou mais forte, mais sábio, fez você ter maior discernimento de suas escolhas.

Isso fez com que você percebesse que seu futuro não está vinculado a quem estiver junto e você pode sobreviver às piores decepções amorosas.


Não odeie seus erros. Eles transformar-se-ão em sabedoria, foram lições importantes que você precisava aprender. E eles não te definem. Você não precisa sempre se desculpar por esses erros. Eles pertencem ao seu passado.

Foram decisões feitas por medo, por inexperiência ou talvez por amor. Eles são passos para subir acima da pessoa que você já foi e ensinaram-no a seguir em frente e a como ser melhor.

Não odeie a sua escuridão. As noites solitárias, as lágrimas, a agonia. Nessas noites, parecia que todos estavam vivendo enquanto você estava morrendo lentamente. Essa escuridão fez você lutar pela luz, fez você trabalhar em sua arte, fez você se livrar de seu ego e buscar ajuda.

Isso fez você apreciar as coisas que você tomou como certo e mostrou que há muita luz na vulnerabilidade, deixando as pessoas saberem que nem sempre podem ser fortes e mostrou que sempre havia uma saída para a escuridão, enquanto você escolher fazer algo sobre isso, desde que você escolha encontrar uma saída.


Não odeie suas escolhas, nem suas decisões. Mesmo que estivessem errados, mesmo se você acha que arruinaram sua vida e mesmo se você sentir que nunca será capaz de se recuperar de certas quedas.

Talvez algumas coisas devam ser deixadas sozinhas, arruinadas, para que possamos seguir em frente. Talvez nossas escolhas ruins não precisem ser corrigidas porque elas ainda serão boas escolhas.

Nossas escolhas ruins são exatamente o que precisamos para aprender a deixar ir e aprender que nem sempre sabemos o que é melhor para nós

Não odeie sua jornada. É o que fez quem você é hoje, o que o fez seguir sua paixão ou a mudar a sua vida drasticamente. É um reflexo de tudo o que você realizou e de tudo o que você suportou.


É sua história e toda boa história tem altos e baixos, toda boa história tem um vilão e um herói e toda história boa representa uma jornada difícil antes de chegar ao final feliz, incluindo momentos de desespero e escuridão, antes de se ver a luz.

_________

Direitos autorais da imagem de capa: bugphai / 123RF Imagens

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Thought Catalog





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.