ComportamentoRelacionamentos

Não se perca tentando encontrar um amor

não se perca

Não se perca tentando encontrar um amor. Não esqueça de si mesmo por uma outra pessoa. Nunca comprometa seus valor e princípios por um relacionamento, seja com quem for.



Às vezes, queremos tanto encontrar um amor, uma pessoa para ter do lado e compartilhar nossas vidas que acabamos nos esquecendo de nós mesmos, e de que nossa felicidade deve sempre vir em primeiro lugar.

Se você está em uma fase complicada e tende a colocar as esperanças de sua vida em um relacionamento amoroso, permita-me dar-lhe um conselho: Não se perca tentando encontrar um amor. Não esqueça de si mesmo por uma outra pessoa. Nunca comprometa seus valor e princípios por um relacionamento, seja com quem for.

O amor é o sentimento mais poderoso que existe. É lindo, é precioso, e compensa apesar de todas os desafios.


No entanto, nem todas as pessoas estão preparadas para com um sentimento dessa magnitude, e é por isso que você precisa ser cuidadoso sobre as pessoas para as quais entrega seu coração.

Não aceite alguém que o faça abandonar sua autenticidade, aquilo que o faz ser quem realmente é. Tenha cuidado para não se entregar a alguém que o faz abrir mão de seus sonhos. Não perca de vista seu eu verdadeiro.

Eu já passei por isso, já me perdi sem perceber. Eu estava tão absorta em meu relacionamento que deixei de me enxergar como uma pessoa inteira, completa e feliz por conta própria. Em minha visão, eu era apenas a metade, e só estava completa ao lado da outra pessoa. Eu pensava que meu relacionamento me definia e que dar tudo de mim a outra pessoa era o verdadeiro amor. Mas eu estava errada, e fui cada vez me perdendo mais.

Não foi uma época fácil da minha vida, eu me tornei completamente dependente da pessoa ao meu lado, e fazia tudo para ter pelo menos um pouco de sua atenção, migalhas de seu amor. Eu não sabia como viver sem a sua presença, e esse é um dos piores lugares para se estar.


Quando finalmente tudo acabou, eu me senti profundamente perdida. Não sabia o que fazer, para onde ir, a saída dessa situação era invisível para mim. “Como seguir minha vida, se perdi o significado de tudo?” Lembro-me de pensar isso e foi o pior momento da minha vida. Foi quando eu me dei conta de que tinha resumido toda a minha vida em uma pessoa, e que sem ela eu era um nada, não tinha sonhos e propósitos.

O que eu sentia era amor, mas não um amor saudável, inspirador, feliz. Era um amor tóxico e dependente, porque me deixou completamente perdida.

Esse amor tinha me ensinado o oposto do que eu precisava aprender, ensinou-me a ser altruísta quando o que eu mais precisava era focar em mim mesma, ensinou-me a ser dedicada ao outro, quando o que precisava era ser gentil comigo mesma, cuidar de mim e me amar.

O amor é lindo, mas quando é recíproco, quando é saudável, quando não coloca em jogo nossa saúde emocional e felicidade. Portanto, eu lhe digo novamente, não se perca no amor. Não se perca em outro alguém e em outra realidade onde você é apenas um ser passivo, que apenas absorve o que lhe é transmitido.


Não tire tudo de si para oferecer a outra pessoa. Seja inteiro por conta própria e busque sua felicidade. Você não precisa de outra pessoa para sua vida ter sentido, propósito. Você só precisa ter a si mesmo e assumir a responsabilidade por sua vida, por sua completude.


Direitos autorais da imagem de capa: Jon Ly / Unsplash


Quando o ofenderem, não se estresse. Apenas sorria e siga em frente

Artigo Anterior

O poder da faxina

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.