Não seja a pessoa que diminui as conquistas dos outros

Talvez uma das reações mais raras de se encontrar seja a de alegria verdadeira pelas conquistas que não são nossas.

Parece que vários seres humanos têm a tendência natural a reagir mal com o sucesso dos outros. Basta, por exemplo, notar as tentativas de difamação que começam a sofrer as pessoas que passam a fazer sucesso. Isso abala qualquer um, ainda que se trate de mentira, porque a internet não dá muito tempo para os acusados se defenderem. E a injustiça corre solta.

Saudável seria se as pessoas usassem o sucesso dos outros como fonte de inspiração, para tentarem chegar até onde o outro estiver, usando o seu melhor, suas potencialidades. Todo mundo é capaz de se destacar por algo seu.

Mas não, muitos simplesmente desejam que o outro caia de onde estiver, sem piedade, porque não acreditam em si mesmos, não se percebem como alguém de valor, alguém capaz de vencer através de caminhos ético e limpos. Talvez se sintam sujos e queiram espalhar essa sujeira sobre o outro, para tentarem se sentir menos desprezíveis.

Quem não conhece alguém que sempre diminui e desmerece o sucesso alheio? Se alguém passa na faculdade, comentam que o curso é pouco concorrido. Se alguém é promovido, falam que tem costa larga. Se alguém compra um carro, apontam os defeitos daquele modelo. Não conseguem sorrir com a felicidade de ninguém, apenas jogam baldes de água fria em volta de si.

Na verdade, teremos que nos bastar e ter a consciência do quanto lutamos para chegar onde estivermos. O pior a se fazer é aguardar que o outro aplauda ou elogie os nossos ganhos. A certeza de que estamos no caminho certo e fizemos por merecer será sempre maior do que o desdém de qualquer um.

Não se incomode com gente que não torce por você e, mais importante: não seja esse tipo de gente!


Direitos autorais da imagem de capa: wall.alphacoders



Deixe seu comentário