Não tema minhas palavras, tema o meu silêncio.



O silêncio é o início do fim, é um reflexo da minha desistência, do meu desinteresse, é uma expressão clara de que você não merece mais minhas palavras.

Preciso lhe dizer algumas coisas. Não tema os meus momentos de raiva e descontrole. Não se assuste quando eu perder a minha paciência e começar a falar sem parar. Não me ache louca quando eu aparecer em sua casa no meio da noite, quando estiver me sentindo perdida. Essas não são demonstrações de fraqueza, dependência ou insegurança. Muito pelo contrário, são demonstrações de amor, pedidos de reciprocidade.

No entanto, você deve começar a se preocupar quando eu me silenciar. Quando deixar de responder suas mensagens, quando concordar com tudo o que você diz, quando não for mais à sua casa e quando parar de reagir a coisas que mexem comigo profundamente.

Quando isso acontecer, é porque eu simplesmente deixei de me importar, e me tornei fria. É por isso que você deve temer o meu silêncio, e não todo o meu barulho.

Meu silêncio é muito mais mortal do que minhas palavras, porque significa que você não ocupa mais um espaço importante na minha vida.

As palavras são uma parte importante de quem eu sou, eu amo me comunicar através da fala e escrita. Palavras fluem naturalmente de dentro do meu ser, elas são a mais pura representação de quem eu verdadeiramente sou. O silêncio, no entanto, me sufoca.



Ele é o início do fim, é um reflexo da minha desistência, do meu desinteresse, é uma expressão clara de que você não merece minhas as minhas palavras.

Portanto, valorize minhas palavras, valorize meu barulho, valorize todas as minhas atitudes que mostram como eu realmente sou.

Agradeça todas essas coisas, porque elas representam que eu gosto de você, quero ficar ao seu lado, quero conectar minha história à sua.


 






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.