publicidade

Não tente silenciar, tente desapegar

Não tente silenciar, tente desapegar. Você jamais vai conseguir deixar de pensar em algo ou em alguém. Isso é torturante! Não querer pensar é ativar o botão do pensar sequencialmente. Não agimos assim – “não pense!” e pronto, está decretado. Muito pelo contrário. Temos um dispositivo cerebral que vai contra regramentos do não fazer e pensar. Somos teimosos por natureza, aliás, rebeldes.



Fale a uma criança que ela não pode fazer algo que ela imediatamente ficará tentada a fazer justamente o proibido. Ela ficará curiosa. Proíba alguém de fazer alguma coisa e aquilo será seu maior objeto de desejo.

Quando temos a sensação de “estarmos presos”, tomamos um movimento de busca pela liberdade, mesmo que de forma inconsciente, e fazemos aquilo que não podemos para nos libertar de regramentos e imposições. Somos mesmo rebeldes, por natureza, apesar de todas as crenças e fatores limitantes.

“Não pense na cor azul!” – Que cor vem a sua mente nesse momento? Não dá para negar. Nossa mente não aceita o não – para ela o efeito é espelhado – ela transformará em sim!

Casamentos trazem esta condição – Você não pode trair! E o que mais se vê por aí são pulos de cerca e relações por baixo dos panos.


A liberdade deve ser uma condição dada ao indivíduo para que ele possa, por meio do seu livre-arbítrio, agir por vontade própria, guiado pelo seu caráter e livre escolha, sem apego ou condições. Quanto mais preso, mais vontade de liberdade ele terá.

E os pensamentos são assim. Deixe-os. Soltar é melhor que proibir. Não tente silenciar, busque desapegar.

Se algum pensamento o incomoda e você força o não pensar, você estará fazendo exatamente o contrário – produzindo mais pensamento em relação a determinada coisa ou pessoa.


Um exercício bom para o soltar e desapegar é a própria respiração. Além de ser de graça é eficaz e natural.

Inale tudo isso que você quer soltar no seu lado direito, e a medida que for girando sua cabeça para o lado esquerdo, vá soltando tudo para o universo. Se estiver na natureza, coloque seus pés descalços na terra e aterre tudo o que você deseja liberar. Imagine isso! Solte! Libere!
Inale e solte.

Faça isso toda vez que quiser desapegar de algum pensamento viciante! Tome esta prática!

Relaxe! E nesse momento, ocupe sua mente com algo produtivo e feliz para você! Cante, dance, pinte, escreva, sorria, agradeça às coisas boas da sua vida.

Sorria mesmo que forçosamente pois neste movimento muscular, seu corpo vai entender que está feliz e enviar hormônios da felicidade para seu corpo.

Desautomatize sua mente! Busque a meditação também como caminho de transformação.

E lembre-se: meditar não é deixar de pensar. Isso é coisa de mente iluminada. Enquanto não chegamos lá, vamos apenas trazer mais descanso para esta nossa tecnologia biológica, nos dando alguns minutos de meditação e mantendo assim uma mente mais vigilante, atenta e controlada.

Pratique! Você pode transformar a sua realidade a partir de você.


Direitos autorais da imagem de capa: pixabay StockSnap-894430

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.