5min. de leitura

Não troque uma vida por uma noite. as noites passam, mas a vida continua

Não troque uma vida por uma noite. As noites passam, mas a vida continua.

A fidelidade não é um compromisso com o outro, mas sim com o nosso sentimento. Se você não for fiel ao que sente, do que importa o resto? – Pedro Bial



Mais importante do que ser fiel ao parceiro, é ser fiel a si e às suas escolhas. Quando decidimos assumir uma relação com alguém, nós o fazemos porque acreditamos que aquela pessoa é a certa para nós. Alguém que nos faz bem, com quem nos sentimos felizes e planejamos um futuro juntos, caso contrário não há porque namorar.

Se uma esposa trai porque o outro homem é mais gentil, sua maior traição não é ao seu parceiro, mas a si mesma, porque, afinal, é ela quem escolhe se relacionar com uma pessoa que não lhe trata tão bem. Se um marido trai sua parceira porque a outra mulher é mais atraente, mas se contenta em estar com uma que não está dentro do seu gosto, a traição é contra ele mesmo que vive olhando para os lados atrás da mulher que realmente gostaria de ter.

Agora, quando você se sente mais feliz com um (a) amante, você se trai ao voltar para casa. Afinal, ninguém obriga ninguém a entrar ou permanecer em uma relação. E se uma pessoa não se importa que seu (a) cônjuge descubra ou que isso a afaste de seus filhos, então pode acreditar que essa pessoa se traiu ao decidir montar uma família.


Se o seu desejo é ser livre e se relacionar com quem lhe atrai, seja fiel a si mesmo e fique solteiro, não envolva ninguém que discorda da sua postura.  Porque este alguém pode entregar seu coração a uma relação de mentira e fazer alguém se apaixonar mesmo tendo certeza que você não quer se prender é mais do que trair a si e ao outro, é egoísmo e pode ser até maldade.

Mas se o que uma pessoa deseja ficar com quem ela escolheu, então é preciso ter maturidade para encarar uma relação saudável e verdadeira, pois, a fidelidade é importante em relação a tudo aquilo que uniu os parceiros desde o início.

Quando um casal se forma, princípios e valores são unidos e misturados, e uma nova entidade moral surge, única e, provavelmente, diferente de quando estavam sozinhos. É uma sociedade onde se estabelecem as novas normas afetivo-morais que são as bases que sustentam a relação. Para uma união ser duradoura, ambos devem concordar honestamente com os mesmos princípios e cumprir com sua palavra, porque o fim de um relacionamento começa na primeira mentira.


Relacionamentos são naturalmente complicados. Porque o emocional dos seres humanos é complexo. Não espere por uma relação perfeita. Mais do que ser fiel, é muito importante que vocês queiram melhorar como um casal, que procurem fazer o outro feliz. Por isso façam, sim, a manutenção da relação constantemente e corrijam aquilo que deixa o outro triste, ao invés de usarem uma crise como desculpa para trair.

Se você trai e está aí sentado ao lado de quem você se relaciona lendo esse texto. Pode ter certeza: o traído é o você mesmo, por se colocar a si próprio em uma relação de mentira.

Se o que o prende a alguém não tem a ver com amor, mas sim, com situação financeira, carência ou medo da solidão, o caso pode ser grave, porque ninguém consegue ser feliz sem ser fiel ao seu próprio coração.

Por isso não troque o que você mais quer na vida, por aquilo que mais quer no momento, pois isso pode ser crucial para sua felicidade, uma vez que os momentos passam, mas a vida continua…


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: konradbak / 123RF Imagens

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.