6min. de leitura

Não viva os sonhos de outras pessoas, viva o seu!

Tudo na vida é rápido demais, é curto demais pra se pensar em viver sonhos que não são meus.

Quando eu era criança, tinha a maior vocação para ser veterinária (acho que a maioria das crianças têm). Minha mãe apreciava a ideia, afinal, a vontade de todo pai e mãe é que o filho tenha uma carreira brilhante, de sucesso, dentro de certos padrões. Daí eu cresci e não escolhi ser veterinária, nem advogada e tão pouco engenheira. Quis ser artista e agora, assumi ser escritora e desejar viver de escrever enquanto minha alma se inspirar!


Hoje, mesmo mantendo um pequeno sebo e livraria numa cidade no interior de Minas como ganha-pão, eu escolhi viver o meu sonho, ou pelo menos, caminhar em direção a ele.

Muitas pessoas vivem e tentam se manter em sonhos de outras pessoas, pais, avós, frustrados por não terem alcançado um sonho ou mentores rígidos ao ponto de lhes fazerem fraquejar. Pessoas essas, que vivem uma vida infeliz ainda que adornados de luxo, de satisfação financeira, mas, mantendo um coração apagado por um sonho há muito sonhado e jamais realizado.

Loucos e inconsequentes os que vivem seus sonhos? Imagina! São mais felizes que eu e você, juntos.

Mais felizes que você aí, que acha levar uma vida perfeita, com filhos, casa grande e carro do ano na garagem ou com aquele escritório na avenida principal da cidade.


Estando em seu luxuoso escritório na zona sul, recostado em seu sofá de couro, remexendo seu uísque oitenta anos, me responda:

Era esse o sonho que tinha no coração?

Se for, te respeito. Parabéns por alcançá-lo.


Se não é, o que te impede de seguir seu sonho? Falta coragem? Tem medo de largar o certo pelo duvidoso? Mas quanto tempo será que o que você pensa ser certo te fará feliz? Ele te faz feliz?

Eu não tenho dinheiro, não tenho um nome de prestígio e ainda não alcancei o sucesso, o reconhecimento que almejo (e que provavelmente me bastará). Mas não me arrependo nem um minuto de não ter entrado na faculdade para seguir uma carreira que não pertencia a mim, que não fazia parte de mim.

Mãe, eu sou artista!! Acho que ela já compreendeu isso. rs.

Não quero chegar ao ponto de envelhecer uma mulher frustrada e frustrar meus filhos fazendo com que sonhem os sonhos que eu não sonhei ao invés dos deles. Por que sim, fazemos isso. E a muito custo eu aprendi que um sonho não se trata de bens materiais, de fazer fortuna ou coisa e tal. Um sonho trata-se de algo que sai do seu coração e vai de encontro ao mundo de uma forma tão encantadora e livre que você jamais pensaria em fazer outra coisa senão aquilo que faz por sonhar!

Parece utopia, eu sei. Muitos me dirão que ando viajando numa ideia de viver sonhos impossíveis quando a realidade requer planos tão diferentes. Sim, é verdade. Por muito tempo precisamos viver fazendo coisas que não gostamos enquanto nossos sonhos não saem do papel. Tudo leva um tempo, é claro. “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. Há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou…” Eclesiastes 3:1,2.

Então relaxa. Os sonhos não nascem à toa no coração da gente.

Ele surge para ser cultivado tão carinhosamente e um dia, realizado. Você nasceu pra ser aquilo que o seu coração pede, não o que outras pessoas impuseram a você em algum momento em sua vida.

Eu aprendi que é preciso ser feliz, acima de tudo. É preciso sentir a felicidade por não seguir um caminho que não é meu, mas sim o caminho escolhido muito antes de eu nascer. Um caminho que requer tempo mas, não requer dinheiro, porque, quando se vive um sonho você não se importa se será rico, bem-sucedido ou se viverá para sempre. Seu momento é aquele, ali, no agora.

Meu conselho é: mesmo que pareça difícil, viva seu sonho, assuma sua identidade, não a de outras pessoas. Encontre-se na carreira, no amor, numa viagem, em que setor quiser, mas viva seu sonho. Não amanheça no dia seguinte se perguntando por que perdeu tanto tempo vivendo uma realidade que não é sua? Mesmo que essa realidade seja sua vida agora, você pode e saberá como unir seu sonho a ela, se preciso for.

A vida é muito mais que isso que nossos olhos alcançam e, aqui, tudo é rápido demais, é curto demais pra se pensar em viver sonhos que não são meus. Me perdoem os que não concordam…





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.