Notícias

Mãe de bebê ferido em ataque a creche relata emoção com alta da criança: “Nasceu de novo”

Ao deixar hospital, criança foi recebida em casa com músicas e aplausos!



O atentado a creche em Santa Catarina comoveu o país inteiro pela brutalidade que aconteceu, deixando vítimas fatais e um sentimento de incredulidade e pesar. Cinco pessoas faleceram, sendo três crianças e duas professoras da instituição.

O único sobrevivente do ataque foi Henryque, de 1 ano e 8 meses. Ele também foi atacado pelo assassino e ficou gravemente ferido, precisando passar por cirurgia e chegou a ficar internado na UTI.

De acordo com informações do G1, Henryque recebeu alta e foi recepcionado em casa com música e aplausos. Amigos, familiares e vizinhos fizeram homenagem à família depois que o bebê recebeu alta do hospital.


A criança ficou ferida depois que um jovem de 18 anos entrou na escola infantil, armado de um facão e matou três crianças e duas mulheres que trabalhavam no local. Foram dados pelo menos cinco golpes de facão em cada vítima, e o homem só não conseguiu matar mais, porque as outras professoras trancaram as portas e esconderam as crianças.

Depois da recepção de Henryque em casa, a mãe Adriana Martins comemorou sua recuperação. Ela disse que a família inteira está muito feliz e agradecem primeiramente à Deus, pela vida do filho e por ele estar de volta. Comentou que foi seu melhor dia das mães e que seu filho nasceu de novo.

O bebê foi o único que foi atingido e sobreviveu ao atentado. Seu pai, Diego Hubler, a primeira noite da criança em casa foi bem tranquila. Ele dormiu bem, acordou algumas vezes, mas era normal, por causa dos ferimentos, pontuou.

O menino chegou a ficar cinco dias no Hospital da Criança de Chapecó. Sofreu ferimentos na bochecha, lábios, barriga e teve um dos pulmões perfurados, por isso precisou passar por cirurgia e ficar internado na Unidade de terapia intensiva (UTI).


Acompanhado dos pais, ele foi homenageado pelos profissionais de saúde, com um coral dentro do hospital. Recebeu um certificado de coragem, escrito que era um sobrevivente, e um super herói. O homem que foi responsável pelos ataques está internado no hospital. Ele deu golpes contra si mesmo de facão, mas não morreu. Deve receber alta nos próximos dias e a polícia pretende ouvi-lo.

A creche passará por uma nova pintura, limpeza e reestruturação dos espaços, segundo informações da secretária de educação do município, Gisela Ivani Hermann. O local atendia 74 crianças nos turnos matutino e vespertino.

Polícia prende mãe de criança de 3 anos encontrada sem vida em apartamento em SP

Artigo Anterior

Jovem mata ex-namorado da mãe com 32 facadas após presenciar agressão

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.