Comportamento

“Nem negras, nem obesas.” Homem viraliza com regras exigentes para encontrar namorada

Foto: Reprodução
capa site Nem negras nem obesas Homem viraliza com regras exigentes para encontrar namorada

Nas redes sociais, o homem que se identifica como Dick Inyamouf fez uma série de comentários racistas e gordofóbicos em um grupo.

A relação interpessoal tem se modificado com o passar dos anos, principalmente com a entrada das redes sociais em campo. Se antes era extremamente complexo manter contato com pessoas a distância, pois era necessário paciência e vontade para escrever cartas e aguardar a resposta, atualmente é possível falar com gente do mundo inteiro em poucos cliques.

Aplicativos que traduzem todas as línguas, aplicativos de encontros, amizades, eventos, tudo é possível encontrar na internet e, ao mesmo tempo que isso parece um sonho, pode representar também um pesadelo. Isso porque é possível se esconder atrás de perfis falsos para falar coisas consideradas preconceituosas e criminosas.

Os haters e os perfis fake tomaram conta de muitas postagens nas redes sociais, sendo responsáveis por suicídios, por comportamento depressivo e até transtornos psicológicos de suas vítimas. O que mais chama a atenção do público é que grande parte das pessoas que optam por tecer críticas maldosas na internet nunca mostram sua cara.

Acreditando que estão protegidos por uma foto roubada em algum banco, são indivíduos que falam tudo que pensam, mas que nunca teriam coragem de falar publicamente ou para alguém diretamente. Da mesma forma que as telas podem passar a sensação de proteção para alguns, ela pode ser um verdadeiro calvário para outros, principalmente as vítimas de ataques cruéis e de exposição de conteúdo privado.

Existem alguns grupos, tanto em aplicativos de mensagens quanto nas redes sociais, que são destinados a uma série de publicações ofensivas, preconceituosas e, em muitos casos, até criminosas. Não se trata de exagero, principalmente quando o agressor faz questão de tratar o assunto como brincadeira ou piada.

Recentemente, no Facebook, a publicação de um homem que se identifica como Dick Inyamouf viralizou, mas foi apagada logo após as críticas dos internautas. Em um grupo chamado Beyond Submissive Reloaded, ele tem o hábito de fazer inúmeros comentários impertinentes, normalmente reduzindo as mulheres à condição de objetos ou criticando o estilo de vida e a aparência de outras.

2 Nem negras nem obesas Homem viraliza com regras exigentes para encontrar namorada

Direitos autorais: Reprodução Facebook/ Beyond Submissive Reloaded

As vítimas não são pessoas conhecidas, e ele geralmente aborda temas de maneira geral, fazendo questão de mostrar que sua opinião é realmente importante. Dick publicou um texto nesse grupo se apresentando, explicando que tinha 30 anos e que era um “macho alfa” de Baltimore interessado em encontros com mulheres.

3 Nem negras nem obesas Homem viraliza com regras exigentes para encontrar namorada

Direitos autorais: Reprodução Facebook/ Beyond Submissive Reloaded

Até aí, tudo bem, Dick aparentemente estava apenas se apresentando às mulheres que participam do grupo com mais de 300 mil membros. O problema foi que, logo em seguida, ele colocou algumas exigências que acreditava que não deveriam ficar de fora, como não querer mulheres negras ou obesas.

A publicação em si já transpassa os requintes de racismo e de gordofobia que muitas mulheres precisam enfrentar no dia a dia, que até as impede de manter uma vida normal. Porém muitos internautas quiseram chamar a atenção não apenas para isso, mas para a aparência do homem, que usava uma foto de perfil que não agradou a quem estava no grupo.

4 Nem negras nem obesas Homem viraliza com regras exigentes para encontrar namorada

Direitos autorais: Reprodução Facebook/ Beyond Submissive Reloaded

Depois que a publicação viralizou, e muitas pessoas disseram que Dick estava “exigindo demais”, considerando sua aparência, ele excluiu seu comentário. Pouco tempo depois, mudou sua imagem de perfil para a de um homem que não se parece em nada com a de quem estava anteriormente.

Como a internet permite a pessoas do mundo inteiro se passarem por quem nunca foram e nunca serão, é impossível dizer ao certo se a imagem de perfil anterior era dele ou fake, assim como não há garantia de que a atual seja verdadeira.

0 %