ColunistasReflexão

Nem sempre quem te ama está disponível. Nem sempre pedir carinho é mendicância!

NEM SEMPRE QUE TE AMA capa e dentro

PEDIR CARINHO – 25/07/2012



Você sabe exatamente o carinho e a atenção que gostaria de receber.

Você também sabe se está vivendo uma relação de amor em que é percebido pelo outro.

Se você está sendo amado, você sabe que a pessoa deseja fazer de tudo para te agradar, se possível sempre. Você sabe ainda que, nem sempre, mesmo te percebendo, a pessoa está atenta o suficiente para te dar o que você está precisando, porque isso é HUMANAMENTE IMPOSSÍVEL.


Você sabe, inclusive, que isso não significa que ela não te ama.

Se, nesses casos, você escolhe fechar a cara e tocar a personagem de vítima abandonada, lamento informar, mas está com a autoestima no lixo.

Se você está vivendo saudavelmente uma relação amorosa, você pode PEDIR carinho e atenção.

Se você acha que simplesmente pedir atenção e carinho é mendicância afetiva, outra vez, mais um sinal de que a sua autoestima está no lixo.


Pedir atenção e carinho a quem sabemos que nos ama e nos percebe é uma benção para a relação. O outro imediatamente vai agradecer, talvez falar sobre uma eventual desatenção e vai te acolher.

Para perceber melhor essa situação, imagine o contrário.

Da pessoa com quem você vive um amor saudável, você ouviu um pedido (não uma intimação) de atenção e carinho. O que você faria?

Nem sempre quem te ama está disponível.


Nem sempre pedir carinho é mendicância.

___________

Conheça um pouco mais do seu trabalho acessando: Youtube  – Conteúdo do Livro: Foco No Afeto 


Não falou na hora, vai explodir depois e sempre sai mais caro!

Artigo Anterior

Para você que partiu sem avisar…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.