Ninguém deve brincar de Deus!

4min. de leitura

#NarrativasQueInspiram – Ninguém deve brincar de Deus!

Não importa qual religião uma pessoa tenha, ou mesmo que tenha uma, mas ninguém deve pensar que por ter um certo conhecimento, cargo ou capacidade privilegiada, que tem o direito de julgar e condenar outros. Tão pouco que pode ditar regras ao seu bel prazer, bancando algum tipo de deus.



Com a chegada dos ‘Power Rangers’ aos cinemas, novamente o assunto sobre “com grandes poderes também vem uma grande responsabilidade” volta a ficar em evidência. Já que os super heróis são os principais exemplos de uso devido ou não, de poder. Seja esse poder algo especial, ou um conhecimento que dá a quem o detém o poder de subjugar os outros.

Há narrativas com super heróis com os mais incríveis poderes, ou recursos que poucos conseguem acesso, sendo aquelas em que eles vivem dramas atuais as mais inspiradoras.

Em meio a tantos heróis fantásticos, estão os Power Rangers que terão sua história recontada, com personagens atualizados e bem realistas, os quais vão viver nas telonas problemas comuns às pessoas normais ao redor do mundo, em específico os adolescentes.


No entanto, os dramas legítimos dos jovens Rangers não serão os únicos destaques de 2017. Além do filme para o cinema sobre a primeira equipe de Power Rangers, a Netflix também lançará no meio do ano um filme original que é inspirado em um dos fenômenos mundial japonês, ‘Death Note’.

Inspirado no mangá de mesmo nome, a produção original Netflix ‘Death Note’ ganha uma atualização e será ambientada no ocidente, com atores ocidentais, mas com a promessa de manter a essência da história oriental. Uma trama que se destacou por sua narrativa inspiradora, que mostra como o poder é capaz de corromper até a mais direita das pessoas. Mostrando como um jovem que tenta fazer a diferença no mundo, pode mudar valores e ser dominado pelo poder, ao colocar as mãos em um misterioso caderno de notas que tem um tipo de manual de instruções, em forma de uma lista de regras, onde é explicado como matar pessoas anotando os nomes nele.

As histórias de super heróis são inspiradoras, mas a de ‘Death Note’ é um dos melhores exemplos de narrativa que inspira uma análise profunda, quanto a questão envolvendo relações de poderes verso o “complexo de deus” que toma muitos dos que detém o poder.


Talvez o momento seja mostrar aos jovens, que não é certo discriminar por se achar melhor que as pessoas, mesmo que tenha alguma capacidade especial, ou algum tipo de privilégio. Porque ninguém tem que ser igual a ninguém e todos precisam ter cuidado com seus atos.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 25/03/2017 às 5:40






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.