Ninguém muda da água para o vinho num piscar de olhos. Não se iluda!

É preciso entender também que uma pessoa que é mau-caráter não passará a ser honesta em tudo. Pura ilusão! A dinâmica a que ela está acostumada é outra.



Ouço sempre as frases “se eu agir assim, ele mudará”, “se eu fosse melhor, talvez não tivesse acontecido isso”, “se eu deixar de ir a tal lugar, ele mudará”. Entenda que, quando alguém tem essa ilusão, está apenas escolhendo a cegueira emocional, aquela venda que você prefere colocar nos olhos, pois se tirá-la vai ver que os sinais lhe mostram exatamente como as coisas são e não como você imagina serem.

Só que é cômodo ficar na zona de conforto, então preferimos não querer enxergar o que pode estar sob os nossos olhos. Quando ouvimos falar de zona de conforto, pensamos só em coisas boas, como se só quiséssemos nos manter em situações confortáveis, no momento, mas esse pensamento também é irreal. Muitas vezes, estamos na zona do conforto do sofrimento, pois estamos tão acostumados a sofrer por determinadas situações, que acabamos achando normal viver o ciclo que se repete, mesmo que não seja com as mesmas pessoas.

Já se pegou vivenciando, no mesmo ano ou até por anos, as mesmas situações, mas com pessoas diferentes? É o que mais ocorre. A verdade é que ninguém muda outra pessoa. A mudança precisa partir de nós mesmos pois, caso o outro não queira mudar, automaticamente, não vamos querer estar mais com ele, entende? É como se aquela situação não o preenchesse mais, e isso acontece porque você mudou, não porque estava esperando a mudança do outro.


Esperar algo das pessoas é sempre frustrante, acaba doendo, pois nunca teremos o controle de todas as situações.

Os únicos que controlamos somos nós mesmos, portanto, abandone a ilusão de que mudará alguém criando um personagem ou apenas não sendo você mesmo, porque ninguém muda ninguém, a não ser que o outro o queira e se permita.

É preciso entender também que a mudança nunca acontece de uma extremidade à outra, isto é, uma pessoa que é mau-caráter não passará a ser honesta em tudo. Pura ilusão! A dinâmica a que ela está acostumada é outra, e vice-versa.

Acredito sim na evolução e que podemos ser melhores, mas é algo que leva tempo e exige atitudes constantes. Em curtos períodos, o que conseguimos fazer são adaptações e pequenas modificações. Da água para o vinho e de uma hora para outra, só muda mesmo quem está interpretando um personagem.


E personagens, fantasias não existem só na época de carnaval, nós nos deparamos cada vez mais com gente vestida e interpretando aquilo que não é, ou para conseguir o que quer. Falsa ilusão. Muitos, quando conseguem mudar logo, saem de cena ou acabam percebendo que aquilo não tem mais valor, pois não é uma motivação real, e sim uma superficialidade para se autoafirmar ou apenas age pelo ego.

Mudar é olhar para si mesmo e perceber o que pode evoluir com cada fato que lhe acontece diariamente, seja em um “bom dia”, que não recebe e lhe ensina que educação é um privilégio de poucos, seja em uma boa ação, que lhe mostra que você sempre tem mais do que precisa, seja sendo transparente, pois você aprendeu que ter responsabilidade emocional com o outro é legal, mas que ser honesto com você mesmo o leva a um sono melhor.

Que você descubra que esperar o melhor do outro é gratificante e faz você mais humano, mas que nunca deixe de acreditar que só consegue controlar a si mesmo.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Dids/Pexels.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.