ColunistasReflexão

Ninguém pede para nascer…

NINGUÉM PEDE PARA NASCER capa e dentro

Ninguém pede para nascer, mas no decorrer de nossas vidas pedimos para ser ouvidos. Queremos compreensão.



Muitos não vão te dar valor. Em outras ocasiões você será bem acolhido (a), não pelo valor que te deram, mas pelo valor que você se dispôs a merecer durante aquela situação. Mas o mais primordial de tudo é ter o apoio, a compreensão e o acolhimento da família.

Tentei falar muitas vezes, mas ninguém quis me ouvir. Hoje eu não tenho mais palavras para dizer nada- perdi a minha voz. Mas o meu eu, aquele ser que chora em mim dizendo “tente mais uma vez” quer falar.  Ele quer falar como eu me sinto. As pessoas têm o defeito de querer serem melhores que as outras.

A nossa vida é uma história. Poucos conseguem enxergar o caminho- é necessário caminhar.  Às vezes no escuro, outras vezes na luz.


Se pudéssemos escrever um novo capítulo, se pudesse voltar ao tempo…

Não fui ouvida quando queria falar. Às vezes falei e ninguém me ouviu. Ninguém nunca quer se colocar no meu lugar do próximo. Nem se quer percebe o quanto é difícil.

ninguem-pede-para-nascer-capa-e-dentro

Eu cavei por um lado, quebrei barreiras por outro, peguei atalhos cheios de espinhos, perfurei meus pés. Enchi minhas mãos de calos de tanto tirar pedras do meu caminho. Enfim descobri o caminho que sempre busquei e dei meu primeiro passo.


Eu construir o caminho- somente o caminho. O caminho é uma estrada sem volta e mesmo que eu voltasse não levaria nada de bens materiais que deixei para traz. Dessa vida eu só quero viver.

Quando eu estive descobrindo o meu caminho e procurando atalhos que me ajudasse a chegar mais rápido, encontrei foi barreiras maiores. Isso me fez mais forte. Eu não pensava em casa, eu posso ficar em qualquer lugar que seja bem acolhida. E até no momento que imaginei sonhar com algo que tinha pensado eu também não tive voz.

E nesse jogo de não ter voz, nesse jogo de não poder falar como eu me sinto, eu resolvi escrever.

Aqui está descrito o mais sublime dos meus sentimentos. No meu ser está guardado tantas cicatrizes que nem o tempo consegue apagar. Mas para que essa dor não seja mais sentida é necessário um pouco mais de compreensão. É necessário que me conheçam melhor.


Talvez esse seja o momento de estar mais perto. Eu sinto que vou conseguir voar. O que passou não tem mais conserto. Palavras ditas não se pode voltar para a boca. Concreto erguido não pode ser desfeito.

Quando eu conseguir caminhar um pouco mais na minha estrada eu vou me sentir mais feliz. Quando eu puder correr vou me sentir liberta. E com a certeza de que desta vida eu não levo nada.  Nada do que está em mim me pertence.  Apenas o meu caminho que eu trilhei na dor.

Gostaria que pudessem dar mais ouvidos as pessoas e que se colocassem um pouco mais no lugar do próximo. Eu estou vencendo, pois Deus segurou firme as minhas mãos. Ele me fez enxergar que eu seria a única que não poderia me deixar só. E dessa forma eu sempre estive comigo mesma.


Mude sua vida, saindo da rotina!

Artigo Anterior

O amor que nunca me pertenceu…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.