Ninguém pode tomar decisões por nós, e nosso futuro só depende do que fazemos agora!

4min. de leitura

O que estamos fazendo com a nossa vida? Será que estamos correndo atrás realmente daquilo que queremos? Ou estamos esperando que tudo se resolva sozinho?

Há momentos que enfrentamos crises existenciais, não sabemos o que queremos ou onde vamos parar.



Às vezes, é preciso apoio de amigos, professores, familiares, psicólogos… outras horas sabemos exatamente o que faz os nossos olhos brilharem e o coração bater mais forte. Só que, de vez em quando, paramos, deixamos a vida correr solta e o tempo passar, seja por medo, dúvidas, excesso de tarefas ou cansaço do dia a dia.

Hoje compreendo que tudo faz parte do ser humano e não é algo apenas da juventude. Lembro de sábias palavras de um mestre, hoje doutor, que eu admirava e ainda admiro muito.

Ele me falava que não era preciso se desesperar, que é normal não sabermos exatamente o que queremos, que na vida ainda vamos descobrir muitas coisas e mudar de ideia…

Mas que é preciso estudar, buscar aquilo que gostamos, correr atrás… justamente para descobrir o nosso caminho.


Ninguém pode tomar decisões por nós, e nosso futuro só depende do que fazemos agora. É normal mudar os rumos, mas também é perigoso não ter nenhum foco e fazer diversas coisas ao mesmo tempo. Temos apenas uma vida e, por isso, acho cruel escolhermos apenas uma coisa para sermos. Mas quando tentamos fazer tudo ao mesmo tempo, não avançamos muito e é complicado conseguirmos ser suficientemente bons em alguma coisa. Observo que grandes profissionais se tornaram o que são hoje porque se dedicaram fortemente a uma área específica.

Muitas vezes vamos pensar em desistir, olharemos ao nosso redor e observaremos que sabemos muito pouco, mas temos que ter esperança. Não importa a idade, nunca é tarde para tentar fazer aquilo que queremos e gostamos. E apesar de achar complicado aquela imensa vontade de fazer diversas coisas, não precisamos abandoná-las por completo, é tudo questão de organização e saber o que é prioridade naquele momento.

Que não sejamos tão racionais também. Se alguma coisa lhe diz que você deve seguir em frente, vá em frente, mas se teu coração diz para mudar de direção, faça-o.

Isso não quer dizer que você deva ser irresponsável e não pensar nas consequências, as coisas devem ser feitas com cautela, é preciso se planejar, e depois se jogar de cabeça naquilo que você decidiu se envolver, para não se arrepender depois das escolhas que tomou.


Se der errado também siga o conselho de um professor meu e grande amigo “Não sofra” e vida que segue.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.