publicidade

Ninguém segura uma mulher que descobriu o próprio valor

Ela é a tradução da palavra renascimento, a prova viva de que o passado de uma pessoa não define o seu futuro.



Ela já se sentiu um zero à esquerda porque o seu valor era medido pela régua das piores. Ela não tinha imunidade emocional, então, internalizava toda a perversidade com que era tratada, percebia-se merecedora de todo o desrespeito e crueldade, comportava-se como um saco de pancadas.

O fundo do poço foi seu endereço por muitos anos mas, um dia, ela olhou para cima e percebeu um céu estrelado convidando-a a tentar algo novo, então, como não tinha nada a perder, decidiu tentar.

Sem dar satisfações a ninguém, começou a dar pequenos passos. Nesse novo caminhar, foi agraciada por pessoas e oportunidades que lhe mostraram aspectos positivos dela, até então ignorados. Foi uma viagem para dentro de si, um caminho sem volta rumo à descoberta do próprio valor.


Hoje ela é julgada como antissocial mas, na realidade, tornou-se seletiva, ela está interessada em qualidade, não em quantidade de vínculos.

O sexto sentido dela é aguçadíssimo, e ela nunca ousa ignorá-lo. Ela já não se ilude com tapinhas nas costas e bajulações, no fundo, ela sabe quem é quem.

Ela fala com todos, mas é amiga de poucos; aprendeu a dizer “não” sem ter de se explicar. Ela olha nos olhos e enxerga a essência, portanto, perda de tempo tentar ludibriá-la. É desconfiada, sim, pois já levou rasteiras demais. Ela aprendeu a se retirar de onde não se sente confortável, porque hoje o seu maior compromisso é com o autocuidado.

Tornou-se preguiçosa para gente rasa e dissimulada, mas está sempre disposta para pessoas que queiram lhe acrescentar. Com ela, gente sonsa não se cria.


Sobre o amor, sorte de quem a encontrar agora, dona de si, cheia de intensidade e segura do que merece.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Genessa Panainte/Unsplash.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.