4min. de leitura

Noruega, um país sem desigualdade social e que combate a criminalidade com inteligência

A Noruega, localizada na Europa, além de ser dona de muitas paisagens naturais inspiradoras, como montanhas, glaciares e também a aurora boreal, impressiona o mundo por outros motivos.

O país é considerado como um dos melhores para se viver, e ostenta muitos dados positivos que o colocam em evidência, como a riqueza de petróleo e gás, um IDH invejável e também o título de um dos 5 países mais felizes do mundo!


No país, existe uma grande igualdade social, e não há muita diferença de salário, desde os mais baixos até os mais altos. O custo de vida é alto, mas as pessoas possuem renda suficiente para se manterem sem dificuldades. O país atrai muitos imigrantes, mas nem todos conseguem ter um bom futuro por lá.

A confiança na honestidade da população é um fator que chama muito a atenção. De acordo com um artigo publicado no site Globo, a equipe de um dos programas da emissora acompanhou uma família dona de uma pequena propriedade no país.

Essa família possui uma loja com produções particulares, e de acordo com a proprietária entrevistada, dona Othild, a loja não possui funcionários. Quando o visitante chega, ele tem liberdade para observar todos os produtos, e caso se interesse por algo, liga para Othild, através de um telefone que está disponível na loja. Depois de atender à ligação, ela sai de sua casa, que fica nos fundos da loja e vai atender o cliente.


Essa confiança dos noruegueses é fruto de um trabalho de combate à criminalidade, que conta com a reabilitação obrigatória dos prisioneiros do país. “Fundamentalmente, acreditamos que a reabilitação do prisioneiro deve começar no dia em que ele chega à prisão”, explicou Kristin Bergersen em entrevista à BBC em 2012. Ela era, na época, a ministra júnior da Justiça da Noruega. Ainda acrescentou: “A reabilitação do preso é do maior interesse público, em termos de segurança”.

O sistema carcerário da Noruega é considerado um dos melhores do mundo. A taxa de reincidência no país era de apenas 20% no ano de 2012, comparada a 60% nos Estados Unidos e 50% na Inglaterra, o que mostra que os presos raramente voltam a cometer crimes.


No ano de 2015, a Noruega foi considerada o melhor país para ser mãe, pelo relatório anual da ONG Save the Children, publicado no dia 5 de maio do mesmo ano. Essa estatística é fruto de toda a organização social.

O governo norueguês tem como prioridade o investimento no que chamam de “bem-estar social”. Esse termo compreende serviços públicos de qualidade prestados à população, além de muitos benefícios. Esses serviços são custeados por impostos altos (mas que novamente não prejudicam a população, que possui uma renda saudável), e também pela exploração do petróleo, presente em grande quantidade no oceano. O lucro do governo neste setor é muito alto, o suficiente para garantir o futuro das próximas gerações, quando o petróleo acabar.

A Noruega é um exemplo de país estruturado e organizado tendo em foco o bem da população. Um grande exemplo para todos nós!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: sin32 / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.