‘’NÓS ESTAMOS CADA UM NA VIDA DE ALGUÉM POR ALGUM MOTIVO…’’



ENCONTROS CASUAIS…

Li uma frase que dizia assim: “Nós estamos, cada um, na vida de alguém por algum motivo. Obrigada por ter aparecido. ”

Hoje, já com alguns cabelos brancos, consigo ser grata mesmo a todos que um dia apareceram no meu caminho. Dos piores aos melhores. Dos pequenos aos grandes. Dos fugazes aos eternos. Com certeza não foi por acaso.

A maioria das pessoas está acostumada a lidar com os encontros de maneira tão superficial, já no piloto automático. No mercado essa cena se repete incontáveis vezes. A pessoa encosta seu carrinho, a atendente nem olha, o cliente não dá bola e passa suas compras. Crédito ou débito? Crédito. CPF? Não. Nota fiscal. Obrigada (quando tem). Adeus.

Parece que tudo está coreografado.
Que triste!

NÓS ESTAMOS CADA UM - FOTO 001

Eu sei que todo mundo teus seus dias nublados. E não é esse o ponto. Eu entendo que todos estão cheios de compromissos o tempo todo. O triste é a repetição da indiferença, dia após dia. A morbidade dos bom-dias. A melancolia dos olás. Apesar de vivermos juntos o tempo todo, no mesmo planetinha, cada um parece isolado em seu próprio cercadinho. Parece que a maioria não tem a coragem de iniciar um diálogo que não seja o estritamente necessário. Parece que as pessoas além de pouparem sorrisos, chegaram ao cúmulo de poupar palavras.

Uma vez eu precisava dar um tempo e fugi pro meio do mato, numa pousada, sozinha. Era frio e tinha lareira. Uma delícia. À tarde, um homem muito simples, com a aparência de quem já trabalhou bastante na vida, parou seu carrinho de mão em minha porta para me trazer mais lenha. Talvez pelo frio ou por qualquer outro motivo o moço tinha a cara bem fechada. Ah não moço… Sem cara amarrada pra mim! Aí eu já cheguei abrindo o sorriso. E como uma curiosa inveterada, já puxei conversa. Queria saber qual a história dele. Aos pouquinhos o papo fluiu.

Quando vi, já estávamos conversando há vários minutos. Ele, escorado na parede pouco preocupado com o tempo. Eu, inundada de inspiração e aprendizados. Descobri que ele, naquela simplicidade, havia chegado mais perto da Madonna do que eu sequer sonhei um dia estar. Descobri, que sem nem pensar muito, ele largou tudo e saiu em várias aventuras de caminhão por esse Brasil.



Aí eu me pergunto, quantos encontros incríveis são desperdiçados todos os dias. Quantas boas histórias se perdem no tempo. Se as pessoas pudessem perceber o potencial mágico num simples diálogo, aproveitariam mais os minutos com alguém.

NÓS ESTAMOS CADA UM - FOTO 02

Qual o diferencial que a moça do mercado trouxe pra esse mundo? Qual a característica única e inimitável que o rapaz da lenha possui? Qual a história inspiradora que você pode ouvir de alguém hoje?

A correria dos dias nos impede de ver a humanidade e divindade em cada um.

Portanto, se dê a oportunidade de enxergar as pessoas. Permita a elas mostrarem algo.
Quando perguntar “tudo bem? ”, realmente QUEIRA saber. Esteja PRESENTE. ESCUTE atentamente. OLHE nos olhos. Se importe. Seja agradável. Sorria, mesmo diante de uma cara amarrada, pois seu sorriso pode melhorar o dia de alguém e um dia pode ser a sua vez de estar precisando.

Coincidências não existem. O que existem são oportunidades maravilhosas de aprendizado e troca. Quem sabe, a resposta que você tanto procura esteja ali, escondida em um destes encontros casuais, só esperando você encostar seu carrinho.






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.