ColunistasPais e Filhos

Nossas crianças, nossos desafios!

NOSSAS CRIANÇAS FOTO DE CAPA E FOTO 02

Definitivamente, as crianças de hoje não são como as crianças de alguns anos atrás!



Os pequenos já nascem com suas curiosidades aguçadas, desde bebês seus sentidos estão atentos à tudo que acontece à sua volta.

Ainda na primeira infância, apresentam personalidades fortes e marcantes. Mal sabem andar mas já sabem ir em direção ao que desejam, mal aprendem a falar e já defendem suas vontades ainda que estejam apenas balbuciando.

A maioria de nossas crianças, desejam muitas vezes impor suas escolhas, sejam elas a roupa que desejam vestir, ou a comida que preferem comer. A disponibilidade de informações de mídia, a tecnologia, e, a evolução espiritual, nos coloca diante deste grande desafio, principalmente quando a tarefa é educar e ensinar estes pequenos grandes seres.


Eu ouso dizer, que nosso futuro não depende apenas de nossas crianças, mas, principalmente das condutas e atenção que nós adultos temos para com elas, isto é mais evidente quando somos os responsáveis por estes pequenos!

A criança de hoje necessita perceber a clareza de nossas ações, e, precisa perceber a coerência entre nossas falas, nossos ensinamentos e nossos atos.

nossas-criancas-foto-0o1

Uma proibição deve ser justificada! Ela precisa entender que não deve , por exemplo, mexer na faca porque é perigoso e pode se machucar, explicar, requer muito mais trabalho do que apenas ordenar!


Outra questão importante, é que NINGUÉM CONSEGUE ENSINAR AQUILO QUE NÃO SABE! E daí surge mais um desafio: o de melhorarmos e nos superarmos enquanto seres humanos, para que possamos ser bons exemplos!

Devemos ter coerência com nossas ações. De nada adianta tentarmos ensinar que não se deve mentir, enquanto a criança presencia nós adultos mentindo. De nada adianta dizer que ela deve comer frutas e saladas, se ela nos vê renegando os mesmos.

Quantas vezes cobramos que ela não grite enquanto estamos nós a lhes falar gritando ?

Como vamos explicar que não se deve fumar, enquanto fumamos?


Como explicar que ela deve seguir regras, enquanto ela presencia o adulto furando a fila, ou ultrapassando o sinal vermelho?

Desejamos ensinar nossas crianças que elas devem ser tolerantes, mas ela percebe quando o seu adulto fala mal e julga outras pessoas!

Queremos que ela seja ética, uma pessoa de bem, mas compramos seu silêncio ou sua discrição, seja com brinquedos, ou algum jogo ou guloseima, para que ela não conte que viu ou ouviu algo que desejamos esconder (corrupção?).

Ceder aos caprichos ou birra da criança porque estamos cansados e não aguentamos mais escutar seu insistente choro, é o caminho mais curto para criarmos crianças e jovens sem limites, ou adultos mal educados. A criança sem limites de hoje, será o jovem frustado de amanhã.


É…educar exige paciência, auto policiamento e principalmente, persistência, por isso, a dedicação à uma boa educação só existe onde há amor!
Mas em contra partida, a criança tem tanto a nos ensinar!

Ninguém tem um amor mais genuímo do que uma criança, e somente ela é capaz de despertar em nós o verdadeiro sentido de amar! É o amor maior que nós mesmos!

E, se percebermos assim, veremos que a criança também nos ensina! Ela nos desafia a sermos melhores! Ela nos motiva a persistirmos mesmo quando estamos cansados! Ela nos faz tirar força e coragem que nem sabíamos que tínhamos.


A criança nos ensina sobre originalidade, autenticidade. Ela é exemplo de superação, nos mostra que podemos aprender e reaprender, cair e levantar.

nossas-criancas-foto-de-capa-e-foto-02

Na criança, o choro é facilmente substituído pelo sorriso. A mágoa passa facilmente! A criança é capaz de se encantar com o simples…seja o colorido do céu, ou o barulho da chuva!

Quem pensa que a criança é um papel em branco a ser preenchido está errado, as crianças existem para nos ensinar!


Ensinar a sermos mais leves. Ensinar que devemos melhorar enquanto pessoas…
…se a esperança num futuro melhor depende de nossas crianças, e o futuro de nossas crianças depende de nós, então, nós é quem somos responsáveis por este futuro bom, para nós e para eles!

Nada do que não tira meus pés do chão vale a pena!

Artigo Anterior

Não tente fazer bolo de chocolate com mandioca!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.