Nossas decisões só pertencem a nós.

Quando tomamos alguma decisão e essa vai ser para nos trazer paz e felicidade não diz respeito a mais ninguém a não ser a nós mesmos.

Nossa vida é feita de escolhas. Sempre temos que tomar decisões, seja na vida pessoal ou na vida profissional. Desde a hora que levantamos, temos que tomar decisões. Decidir sobre o que vai vestir, o que vai comer ou o que vai assistir na televisão.

Nós decidimos com quem vamos namorar e casar, que profissão iremos seguir, a casa que devemos comprar, etc. Toda hora estamos decidindo alguma coisa. As mais importantes dependem de vários fatores e de uma análise mais detalhada, assim, saberemos o tempo que vamos gastar e a certeza de estar no caminho certo.

Tudo deve ser muito bem articulado para não errar na hora de tomar uma decisão. Se ela não for tomada corretamente, pode te prejudicar e até destruir a sua vida. Não devemos esquecer que plantamos o que colhemos e muitas pessoas se esquecem disso. Nós somos responsáveis por nossas atitudes.

Nós temos o livre arbítrio para decidirmos por nós mesmos, mas nunca esquecendo que não podemos nos isentar da decisão errada que tomamos.

Se não ajudamos aquele que precisa, amanhã pode ser a gente a precisar da mesma ajuda e aí, como fica?

Temos que pensar muito nas nossas atitudes. Dedicar um tempo para refletir sobre as decisões que tomamos. Seja ela na vida amorosa, profissional ou espiritual. Não devemos nunca desrespeitar ninguém. A melhor alternativa é buscar as situações que  farão bem para ambos os lados.

Quando vamos terminar um relacionamento nunca pensamos no outro, só em nós mesmos. Não sentamos para conversar para ver o que pode ser mudado o que podemos fazer diferente e se isso não der certo, tomar a decisão de terminar. Mas nós temos o dom de magoar o outro.

Temos o poder da decisão, mas devemos ter cautela na hora de tomá-la.

Nunca decida nada com a cabeça cheia, com certeza você irá se arrepender depois. A paciência é uma virtude necessária e devemos exercitá-la sempre.

Nós temos muitas dúvidas e inseguranças. Nosso medo de errar, falhar e até mesmo de recomeçar é muito grande. Buscamos tomar decisões que vão ajudar em nosso crescimento como seres humanos. Temos que ter em mente qual o nosso objetivo.

Como seres intuitivos raramente tomamos a decisão errada. Às vezes não recebemos apoio de ninguém, mas vamos em frente quando temos certeza de que estamos no caminho certo. Muitas vezes devemos olhar para dentro de nós para ver o que queremos e o que almejamos para a nossa vida.

Tome a melhor decisão e seja feliz. Isso é o que importa.

Um beijo no coração de vocês!

__________

Direitos autorais da imagem de capa: psynovec / 123RF Imagens



Deixe seu comentário