Notícias

“Nosso combustível não precisa seguir preço internacional”, diz Lula

Nosso combustivel nao precisa seguir preco internacional diz Lula

Pré-candidato à Presidência, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste sábado (29/1) que, caso ganhe as eleições, vai investir na produção e comercialização de combustível 100% nacional, além de desatrelar o preço da gasolina ao mercado internacional.

“Nosso combustível não precisa seguir preço internacional. Pode se preparar se a gente ganhar as eleições, a gente vai mudar esse jogo. Por que nós temos que vender a gasolina dolarizada se ela é extraída em real?”, disse.

De acordo com ele, há 400 empresas importando gasolina, “pagando a preço internacional quando somos autossuficientes”.

Para ele, o país nunca vai conseguir ser respeitado “se tem um presidente que batia continência para presidente americano”.

Mercado financeiro

Presidente do partido, a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR) endossou as declarações do ex-presidente, que tem causado queda nas ações da Petrobras.

Para ela, o mercado só se abala quando há críticas aos altos ganhos dos acionistas. “Quando o senhor [ex-presidente Lula] fala que o povo voltou a comer osso, tem desemprego, pobreza, que as pessoas não tem renda, isso não afeta o mercado, não afeta os sistema financeiro e é a maioria do povo brasileiro”, disse Gleisi.

voltou a defender que seja revogada a reforma trabalhista, aprovada no governo Michel Temer (MDB). “É uma reforma que não deu certo, só trouxe dor e desemprego”, disse.

0 %