3min. de leitura

Nosso pensamento cria a nossa realidade e a nossa realidade é o que gostamos de chamar de destino

Às vezes, demoramos muito tempo para entender que somos prisioneiros e escravos da nossa própria mente. Você controla os seus pensamentos ou os seus pensamentos o controlam? 

Nós nos acorrentamos às mágoas, seguimos algemados a ideais e crenças que nos impedem de ver e ouvir, por isso andamos de um lado para o outro, no escuro, sem saber para onde ir, tropeçando em todos os obstáculos, machucando-nos e culpando a vida. Questionando Deus e lamentando uma existência medíocre.


Seguimos algemados a uma mente ocupada por pensamentos tóxicos, que nos transformam em vítimas de nós mesmos.

Não são mera coincidência os ensinamentos de todos os grandes mestres que já passaram por este mundo, que nos incitam a rasgar o véu e buscar a verdade, a nossa verdade. Não é clichê ou apenas repetição, quando dizem que tudo começa e termina na nossa mente.

Pensamento é consciência. Nossa consciência é o que cria a nossa realidade. E a nossa realidade é o que gostamos de chamar de destino.

O pensamento é a principal atividade da mente.


Você está infeliz ou anda insatisfeito com a sua realidade atual?

Você controla os seus pensamentos ou os seus pensamentos o controlam?

A sua mente é sua aliada ou inimiga?


Mahatma Ghandi, fez uma das maiores e mais verdadeira afirmação de todos os tempos:

‘Nossas crenças se transformam em pensamentos, os pensamentos em palavras, as palavras se tornam ações e estas ações repetidas se tornam hábitos. E estes hábitos formam nossos valores e nossos valores determinam nosso destino. 

Então, até quando vamos seguir ignorando o que está bem diante dos nossos olhos?

Conheça a verdade e ela o libertará (Jo 8:32)

Pare de procurar lá fora, pare de procurar em lugares e pessoas o que está e sempre esteve aí dentro de você. A sua verdade é a chave para a sua liberdade.

Buda também nos aconselha a nos examinar e refletir sobre nós mesmos.

E o que todos os mestres, independentemente de sua religião, tentaram nos dizer é que:

Nossa carta de alforria, nossa libertação das algemas da mente só é possível quando nos conhecemos, quando sabemos, entendemos e aceitamos quem somos. 


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: artranq / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.