Animais

Nova lei da cidade do Rio Janeiro proíbe pessoas de manter animais acorrentados!

Uma ótima notícia para todos que lutam pelos direitos dos animais. Entenda!



Embora para muitos de nós o cuidado com os animais seja algo óbvio, que consideramos partes fundamentais da nossa rotina, quando temos um deles em casa, para outras pessoas, isso passa longe de suas prioridades.

Não é incomum testemunharmos cães e outros animais vítimas de negligência nos cuidados, abusos físicos e emocionais. Todos nós já vimos ou ouvimos alguém relatando que pune fisicamente seus animais, quando fazem algo que julgam errado, mantendo-os isolados e até mesmo permitindo que passem frio e fome, como uma maneira de “educá-los”.

Esse tipo de comportamento é extremamente errado, porque os animais não têm a mesma capacidade de se defender que os humanos, e muitas vezes aguentam todos os sofrimentos em silêncio, por conta do amor e lealdade a seus donos. São muitos os animais que precisam conviver diariamente com o infortúnio de terem donos irresponsáveis, que os colocam nas situações mais tristes e desrespeitosas.


Felizmente, existem pessoas que se dedicam a lutar pelos animais, fazendo com que os seus direitos sejam ouvidos e respeitados. Por conta delas, a realidade de vida desses seres, seja na natureza ou no convívio com os humanos, tem melhorado muito com o passar dos anos.

Como já noticiamos por aqui, na Holanda, foi criada uma medida muito bacana para tirar todos os animais vadios da rua e oferecer-lhes uma saúde melhor através de vacinas e castração.

Hoje trouxemos uma notícia tão especial quanto essa, e o melhor de tudo: aqui no nosso país. Segundo informações do G1, na última quarta-feira, 14 de julho de 2021, o Diário Oficial da cidade do Rio de Janeiro publicou uma decisão histórica contra o abuso de animais.

Direitos autorais: reprodução/Diário Oficial.


Eduardo Paes, o prefeito, sancionou uma lei que proíbe manter animais acorrentados em toda a cidade. A lei, que é de autoria do vereador Marcos Paulo (PSOL), começou a valer no próprio dia 14, e quem desrespeitá-la poderá sofrer punição com multa.

Os valores das multas serão diferentes para pessoas físicas e jurídicas. As empresas poderão receber multa variando entre R$ 1 mil e R$ 10 mil, já para as pessoas físicas, a penalidade poderá variar entre R$ 1 mil e R$ 5 mil. Essa é uma notícia a ser celebrada. Ainda temos muito a conquistar para erradicar a violência contra os animais, mas decisões como essa nos trazem esperança de que estamos no caminho certo!

 

Direitos autorais da imagem de capa: Depositphotos.


Esta mulher já gastou mais de R$ 1 milhão comprando casas para famílias desabrigadas!

Artigo Anterior

Funcionárias denunciam loja de roupas que as obriga a fazer agachamentos e pagar multas, caso engordem

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.