Comportamento

Nova pesquisa diz que crianças que “respondem” se tornam adultos mais bem-sucedidos!

Quando as crianças “respondem” os adultos, são quase universalmente chamadas atenção. Mas acontece que, responder os adultos é realmente muito bom para o desenvolvimento da infância.



Kelly Flanagan, psicóloga clínica, acha que é saudável para as crianças contrariarem as exigências dos adultos.

“A incapacidade de dizer” não “, a incapacidade de estabelecer limites pessoais, é uma das causas mais comuns, insidiosas de sofrimento humano”, argumenta Flanagan. E é verdade. Pense: se você criar filhos subservientes, qual a probabilidade de criar adultos subservientes?

Joseph Allen, psicólogo, concorda. “Nós dizemos para os pais pensarem nestes argumentos não como um incômodo, mas como um campo de treinamento crítico.”


Conforme as crianças crescem, tentam ganhar o controle de suas vidas. Quando uma criança tenta negociar hora de dormir ou quanto tempo eles podem brincar “lá fora”, isso não deve ser visto como uma péssima qualidade que precisamos eliminar, mas sim como o desenvolvimento de uma habilidade chave necessária para uma vida adulta bem-sucedida.

Em vez de ficar louco toda vez que uma criança responder, tente entender COMO ela te responde. É importante para as crianças serem capazes de resistir a autoridade e pressão dos colegas, mas também é importante mostrarem e receberem respeito durante a conversa. Se elas não mostrarem respeito e você responder com raiva, estará ensinando-lhes uma terrível lição sobre como agir na vida.

Nós criamos uma sociedade na qual as crianças são vistas como subservientes. De certa forma, ter filhos subservientes é importante. Você sabe melhor como mantê-los seguros e saudáveis ​​. Mas nós nos tornamos tão dependentes sabendo que podemos controlar nossos filhos que no momento em que tentam resistir, nos sentimos inseguros. Nós nos tornamos tão confortáveis com a idéia de que eles são apenas versões “burras” de adultos que, quando têm pensamentos interessantes, profundos, nós ignoramos. Nós as consideramos como pessoas que não têm opiniões próprias. E isso é um grande erro.

Crir uma vida para uma criança onde ela apenas segue ordens e obedece, cria um adulto que simplesmente segue ordens e obedece. Ele não tentará criar o seu próprio caminho e descobrir quem é. Em vez disso, acabará levando uma vida desinteressante e mundana.


As crianças merecem ser tratadas como seres independentes com seus próprios pensamentos, sentimentos e ideias. Devemos considerá-las como pessoas que vivem a vida da mesma forma que nós. Temos de fiscalizar, mas não podemos forçá-las a um caminho certo. As crianças precisam tomar decisões por si mesmas. Não baseadas no que nós desejamos.
Lembre-se, você está criando futuros adultos, não minons.

___________

Traduzido pela Equipe de O SEGREDO


Fonte: Higher Perspectives

Nem todo amor vem para ficar…

Artigo Anterior

Esta planta asiática exótica é a melhor alternativa natural para medicações de ansiedade!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.