ComportamentoFelicidadeO Segredo

Nunca é tarde demais

nunca é tarde demais

“Recomece, o jogo ainda não acabou. Recomece, que o fogo não se apague. Ainda há muito a caminhar. E que amanhã seja um novo dia de sol. Recomece.” – Alejandro



Tempo e a sua gestão é um assunto altamente subjetiva. Cada cultura, e cada pessoa tenta classificá-lo em fases bem demarcadas, mas ainda é impossível.

Até que ponto dura a infância? Antes diziam que até os sete anos quando se alcançava “o uso da razão”. Agora nós sabemos que pode ser até os 90 anos.

Assim como às vezes aparecem crianças 10 de anos fazendo perguntas sobre o mundo e seu sentido, encontramos também pessoas em seus 70 anos que ficam com raiva se alguém as nega um chocolate.


Há algumas décadas atrás, as pessoas 20 anos estavam prontas para se casarem e fazerem uma família. Hoje isso é considerado um absurdo.

Se olharmos o que acontece na realidade, podemos concluir que realmente nunca é cedo nem tarde demais para a maioria das experiências na vida.

A rotina e as mudanças

Isso que “louro velho não aprende a falar” é certamente válido para papagaios, não para os seres humanos.


Estamos dotados de um cérebro com infinitas possibilidades. É verdade que fica mais lento ao longo dos anos, mas nunca torna-se totalmente ineficiente, exceto na morte.

Muitas vezes, a nossa vida não é o que realmente queremos que seja. É fácil ser sugado pela rotina e compromissos, e pensar que a vida é cumprir seu trabalho, criar uma família bastante feliz e ter umas fugas ocasionais para diversão.

Embora a maioria de nós já tenha sonhado em aprender a tocar um instrumento musical, ou se apaixonar novamente, ou fazer uma viagem extraordinária, às vezes pensamos que o tempo para realizarmos esses grandes sonhos se foi.

Enquanto a rotina permanece inalterada, trabalhamos mais para a mantermos dessa forma. Mas a vida é dinâmica e, por vezes, mudanças imprevistas acontecem.


Vem uma crise econômica e perdemos empregos. O nosso parceiro pede divórcio ou diz que quer se mudar. Alguém importante para nós morre ou uma nova tecnologia que nos deixa como analfabetos surge.

Estes momentos de mudança nos lembram que o tempo não é uma linha contínua. Mas também nos mostram tudo o que podemos nos tornar ou fazermos, quando vemos a próxima página de nossas vidas completamente em branco.


Sempre podemos nos renovar


Algo bom sobre a crise é que somos forçados a examinarmos as diferentes direções que podemos tomar. Às vezes é simplesmente impossível voltar ao estilo de vida que tivemos, ou porque existe um fator externo que impede, ou porque sentimos que não podemos continuar a vivendo da mesma forma.

Nestes tempos de mudança é quando surge uma espécie de loucura maravilhosa que sempre se escondeu em nosso interior. Nos perguntamos: “Por que não?”

“Por que não buscar a pessoa com a qual teve problemas, mas que ainda tem um lugar importante em sua vida? Por que não deixar de uma vez por todas esse trabalho que parece ter sido inventado por seu pior inimigo? Por que não aprender a tocar piano, como tantas vezes sonhou? Por que não abrir os braços a um novo amor e buscá-lo em ambientes antes desconhecidos?”

Realmente, quando se trata de renovar-se, a única coisa importante é tomar a decisão.


Nós tendemos a nos apegarmos aos estilos de vida que levamos. Não acreditamos que seja possível viver de forma diferente.

Não sabemos até onde podemos chegar quando acende a chama de um novo desejo de mudança.

Nunca é tarde demais para viver, amar, aprender, ou sonhar. Nessas áreas, somos eternamente adolescentes. Em nós sempre vive o corajoso aventureiro que ficará feliz se reconhecermos que, enquanto estamos vivos, o tempo é nosso.

 


___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: La Mente es Maravillosa


Não me peça modos

Artigo Anterior

O efeito capa de chuva

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.