Nunca é tarde para se vestir de dignidade



Há uma espécie de vestimenta invisível e indispensável para manter o brilho do ser feminino, é o brilho da dignidade, capaz de revestir cada espaço da alma.

O que é ser mulher? Qual a sua definição particular? Existe uma transição de garota para mulher?

Bem, ainda estou em busca da resposta. Por enquanto, acredito que mulheres, independentemente de idade, podem ter em si as duas facetas: menina e mulher.

Há uma espécie de vestimenta, invisível e indispensável para manter o brilho do ser feminino, é o brilho da dignidade, capaz de revestir cada espaço da alma. Mesmo que em algum momento tenhamos andado despidas dessa importante e preciosa vestimenta, nunca é tarde para reencontrá-la, tão nossa, tão a nossa cara em algum momento improvável entre a dor e a delícia de ser quem é.

É uma couraça tão importante essa, que é impossível não esboçar um sorriso um tanto maluco, sabe por quê? É a proteção indispensável, indissociável e é o reencontro da alma com essa espécie de abraço de si mesmo.

Ao encontrar com a dignidade que nos cabe, percebemos que absolutamente todas as angústias em torno de outros protagonistas que não eram nós, eram vãs.

Lágrimas são sagradas, preciosas, têm remédio para a alma e ao longo da vida a gente aprende que não se desperdiça o mais importante elixir da evolução com assuntos que não sejam os mais sagrados.



Revista-se de si. Encontre a sua veste limpa e apenas sua. Ande por aí em passos firmes, olhe nos olhos de quem lhe cruzar o caminho e sorria como uma alucinada a cada segundo que perceber que é incrível interpretar a si mesma, sem ser atriz.

Já entendeu que você é a protagonista da sua vida? Já entendeu que atores péssimos e coadjuvantes não precisam continuar repassando o texto sem qualquer verdade no seu palco?

Matemos a velha mulher! Sejamos insanas, as selvagens, revestidas de toda a couraça da dignidade, talvez adquirida depois de tanto tempo em um espaço vintage, mas que sempre será atual, de agora, de já.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf.com / digilife






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.