publicidade

O amor é isso mesmo: estar destinado a outra pessoa…

Quando é amor, não importa quantas voltas o mundo possa dar, ele sempre volta ao mesmo lugar…

Apostei comigo mesmo quanto tempo demoraria para esquecê-la. Imaginei que demoraria, no máximo, três meses, mas que eu o esqueceria muito antes disso. Imagine só, noventa dias, eu nem lembraria seu nome.



Fiz faculdade fora, fui a festas, aprendi novas equações, conheci novas pessoas, fiz novas amizades, apaixonei-me por outras pessoas, achei até que tinha encontrado o verdadeiro amor da minha vida em outros braços, com cabelos mais claros, olhos mais escuros, pele um pouco mais clara do que a sua e um gosto musical um pouquinho diferente.

Fiquei sabendo que enquanto eu estava por lá, você também vivia sua vida por aqui, conheceu novas pessoas, apaixonou-se outras vezes. E enquanto eu me perdia no meio de outras pessoas, você se perdia aqui também. Beijava outras bocas, conhecia outros corpos, perdia-se em outros braços.

Mas tudo bem, sabe? Porque a vida é assim mesmo. Nós achávamos que não éramos para dar certo, mas quem sabe o plano de Deus era esse mesmo?

Que nós nos distanciássemos, que vivêssemos mais, aprendêssemos mais, criássemos novas histórias, e depois, mais maduros, nos encontrássemos novamente?


Eu apostei comigo mesmo que não demoraria mais que três meses para lhe esquecer, e aqui estou eu, sete anos depois, na frente da sua casa, encostado no carro, com um buquê de margaridas na mão, olhando pelas janelas, esperando vê-la descer as escadas correndo e vir me abraçar e me beijar, dizendo que sentiu minha falta e que sabia que iríamos nos reencontrar.

Apostei comigo mesmo e, graças a Deus, eu errei. Porque o amor é isso mesmo, estar destinado à outra pessoa.

E agora eu aposto comigo mesmo: quanto tempo você vai demorar para cair na real e entender que eu não estou brincando de ficar ajoelhado na sua frente e me dizer sim?


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: nd3000 / 123RF Imagens


Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.