3min. de leitura

O amor entre o inverno e o verão

Ela nasceu no inverno, mas era primavera. Ao habitar este plano astral, percorreu incontáveis mudanças interiores e exteriores, e hoje vive na alma. Escolheu a alma, pois ela vai além do coração e da mente.

Optou por querer se conhecer, pois o mundo lá fora ela conheceu e continuará aprendendo a cada palavra, gesto, ação, reação; a diferença entre o humano e um ser humano. Mente, coração e equilíbrio. Desfibrilar cada uma dessas palavras nos seus amplos significados e conseguir alinhá-los no decorrer da vida é a melhor maneira de viver, morar, residir, conviver, e assim entender o próximo e o não tão próximo que vezes surge ao seu lado.


Aprendemos ao acordar, ao dormir e até por sonhos ou pesadelos. Tudo é lição. Tudo é evolução.

Voltando para este inverno particular, que veio fora do tempo, fora de ordem, que não pode ser sentido lá fora, ou mesmo aqui dentro, ele migrou rapidamente, com muita dedicação e observação, sendo transportada pela incompatibilidade do seu ser para a primavera.

Ali estava no seu habitat natural. Cercada pelo que é belo, pela arte das cores e formas, pela temperatura que se igualava a sua, num limiar que combinava ângulos opostos pelo vértice, hipotenusa, cateto oposto e adjacente, e o seu não matemático olhar.

Um dia, para vivenciar outros fatores naturais e espirituais, sentiu um calor intenso no órgão central do aparelho circulatório. Estava próxima do verão. Aquele choque se interiorizou e ganhou um impulso para que novos saltos pudessem ser vividos e aprendidos.


Do inverno ao verão, ela compartilhou tantos momentos que o verão virou aluno e o inverno mestre. Imagine o encontro. Surreal. Inefável.

Do que vi, o verão se derreteu pelo inverno. Colheram o que emana de bom e mais puro em cada um, e compartilham o bem sempre se predispondo a evoluir e quem sabe criar uma nova estação, para sempre.

Esta estação ainda não foi batizada, mas antecipando tal período eu poderia sugerir: saber viver.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / 4pmproduction






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.