3min. de leitura

O AMOR NÃO É GAIOLA, NEM FOI FEITO PARA SUFOCAR!

Outro dia li um texto que retratava a pessoa ideal para um relacionamento, confesso que o contexto era lindo, porém parece que as pessoas estão vivendo relacionamento de contos de fadas.


Sabe gente, amor não é só aos finais de semana para viver os momentos prazerosos da vida. Acima de tudo isso, ele é renúncia, lamaçal, é a pratica do ceder, cuidar e respeitar.

Amor é se colocar no lugar do outro, deixar o outro livre, amor não é pássaro engaiolado. Amor é a cruz, é carregar a cruz do outro, é amar a alma, a sintonia, não somente a beleza exterior… Sei lá, amor são tantas coisas, só não é o que algumas pessoas vivenciam.

Amor é você ser solteiro ao lado do outro, isso não quer dizer que por ser livre de gaiolas irá trair o companheiro, não é isso, isso é falta de caráter. Ser solteiro ao lado de alguém é fazer tudo aquilo que te alimenta a alma, sem algemas, é ter a liberdade para ser quem você realmente é.


Não generalizo, mas algumas pessoas têm vivido amores mentirosos, amores de vitrines, amores de concessionárias, amores de MRV, amores de viagens caras, amores de selfie de frente para o mar. Só não vivem o amor de Deus e a sintonia diária.

Amor vai além da química, é matemática, história, língua portuguesa e geografia. É um todo, um globo. Somar, subtrair, multiplicar, não o dinheiro, e sim a vivência diária.

É o brilho nos olhos e a coragem de ceder, coragem de voar com o outro e não pelo outro. Sei lá, estou cansada de almas engaioladas, gosto de almas livres, almas que aprenderam a voar com as próprias asas e quando surge alguma dificuldade no voo ao invés de arrancar as asas do companheiro tem a humildade em pedir ajuda e voar junto, um com o outro e não um pelo outro.


O amor em todos os aspectos, inclusive na amizade não foi feito para sufocar.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.