ColunistasRelacionamentos

O amor não é sinônimo de tristeza e sim de leveza!

O AMOR NÃO É SINÔNIMO DE TRISTEZA capa e dentro

Como já disse o autor Carlos Wizard:  “Aos poucos, descobrimos que o mundo é um grande espelho, que nos devolve a luz, as imagens, os gestos e os sentimentos que transmitimos aos nossos semelhantes.”



Que tal levarmos a vida um pouco menos a sério e passarmos a transmitir mais leveza àqueles que amamos?

Quando nos tornamos conscientes da preciosidade de cada momento, de que tudo que parece ser constante pode acabar a qualquer tempo, passamos a valorizar mais os gestos de carinho e de gentileza, e menos os julgamentos, as cobranças, ou qualquer palavra que gera tristeza.

O grande segredo para se sentir bem é ser apenas você mesmo. E saber que ninguém precisa reconhecer o que você possui de bom, apenas o íntimo do seu ser. É nesse estágio de relaxamento que tudo se torna mais pleno!


Na matemática dos relacionamentos, que possamos dividir para depois multiplicar. Dividir nossos bons sentimentos em simples momentos, como em uma agradável conversa, no partilhar de um bom vinho, na troca de carinhos, na emoção causada por uma canção, e tudo mais que deixa em paz o coração. Claro que a TPM, por exemplo, às vezes chega e atrapalha o clima. Mas que esses pequenos detalhes não modifiquem, pelo menos não por muito tempo, a corrente de harmonia. Que a alegria se torne rotina, e não uma vida solitária, triste, fria e sem rima!

Os relacionamentos existem para somar, jamais para subtrair. Por isso vale a pena se renovar, recomeçar, e vivenciar essa forma mais leve de amar. E se mesmo assim você se sentir mal e sem energia, se na sua balança as lágrimas pesarem mais do que os sorrisos, talvez esteja na hora de mudar também de par, pois pode ser que não esteja vivendo um amor de verdade.

Amor não é sinônimo de tristeza, e sim de leveza e de felicidade.

Priscila Mattos


Não se culpe. Recaídas são normais!

Artigo Anterior

Seja feliz sempre!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.