ColunistasRelacionamentos

O amor não pode e nem deve ser qualquer coisa, com qualquer um e de qualquer jeito!

Hoje me bateu uma saudade de nós

E se o meu lugar não for no braços de ninguém , e se eu não nasci para pertencer, quem vai me dizer que isso é errado?



Nenhum ser humano é uma ilha, nós somos ( ou deveríamos ser) gerados pelo amor entre duas pessoas, então, teoricamente, somos amor revestido em carne e osso.

Por isso devemos amar, as pessoas, o mundo, a vida como um todo. Mas porque a necessidade de se afirmar através de um relacionamento?

Não me leve a mal, eu acredito, sim, no amor, e quero sempre vivê-lo com muita intensidade, quando for de verdade, recíproco e acontecer naturalmente.


O que eu não quero, é ser personagem de um filme triste, onde as pessoas se tornam zumbis e saem por aí, desesperadas e sem direção, sedentos por uma migalha de atenção, de um status de relacionamento,uma foto com declaração romântica para o Instagram, e assim, eu não quero não.

Eu quero poder ser eu, ser livre, e mesmo tendo toda a liberdade do mundo, decidir ficar um pouco mais na vida de alguém.

Estou cansada de ter que me explicar todas as vezes que decido ficar sozinha, estar solteira, e simplesmente aproveitar a minha própria companhia.

Ter um relacionamento com alguém é maravilhoso, mas relacionar-se consigo mesmo, conhecer a si mesmo, amar-se de verdade, é uma conexão muito mais poderosa, e diria até, a única maneira verdadeira de sentir completo ou completa.


Uma união bem-sucedida entre duas pessoas, acontece quando ambos sabem bem o que querem, e não precisam jogar, não precisam tentar impressionar, eles decidem com leveza, o que vem, o que vai e o que fica.

Mas enquanto não soubermos quem somos de verdade e para onde queremos ir, não saberemos lidar e nem tão pouco valorizar o que encontrarmos pelo caminho.

Então, para que a pressa? E se eu quiser ficar solteira mesmo já tendo passado dos trinta o quarenta? E se o meu lugar não for nos braços de ninguém, e se eu for suficiente para mim?

Quem é você, quem somos nós, para estipular e impor verdades absolutas? Porque uma mulher ou homem que decide ficar sozinho, teria menos valor ou seria menos feliz do que os casados, ou em um relacionamento sério?


O amor não pode e nem deve ser qualquer coisa, com qualquer um e de qualquer jeito.

Amor tem que fluir do coração para a mente, e correr nas veias, de pessoas que se amam, que se aceitam, que se descobriram e se tornaram inteiras, sem depender da companhia de ninguém, para poder, então, transbordar e ser compartilhado com reciprocidade e vontade, de verdade.

5 sintomas de estresse e como acabar com eles de forma natural:

Artigo Anterior

A importância da amizade quando se perde um amor…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.