O autoconhecimento vem de Deus…

O autoconhecimento faz parte do processo evolutivo do ser humano e deve ser valorizado, pois à medida em que o praticamos, nós passamos a obter maior domínio de nós mesmos.

Só nos conhecendo intimamente é que poderemos desenvolver em nós as qualidades que desejamos e necessitamos para evoluirmos com sabedoria e atingirmos a maestria individual, tornando-nos mestres de nós mesmos.



Para ser um mestre de si mesmo é preciso aprender a desenvolver a sabedoria da semente divina, plantada em nossos espíritos imortais, nossos dons divinos adormecidos e que só podem ser revelados através do autoconhecimento.

Com este domínio podemos reconhecer nossas qualidades fantásticas adormecidas, as sementes de luz divinas, também nossos defeitos e imperfeições ou nossas sementes de sombras plantadas por nós mesmos.

Utilizei neste artigo o termo semente para termos a visão real de que é a partir das sementes que temos em nós e que regamos todos os dias de nossas vidas, que faremos germinar as boas e positivas ou as más e negativas qualidades e defeitos, que farão parte e influenciarão com grande força nossas vidas, os frutos que colheremos.


É a busca do equilíbrio que define nossa viagem ao centro de nós mesmos, assim, o autoconhecimento é a ferramenta que nos levará a nos autoavaliarmos e fazermos as modificações necessárias, de dentro para fora, para sermos os mestres de nós mesmos, mestres na arte de viver, mestres em evolução e grandiosos prestadores de serviço da humanidade.

Quando passamos a nos conhecer intimamente, conhecendo nosso propósito de vida, nossa motivação na vida, nossa compulsão, nossas lições cármicas,  nós adquirirmos um poder, uma habilidade de ativar nosso lado positivo ou sementes de luz em nós e reconhecendo nossa lado sombra, o negativo,  podemos neutralizá-lo, somente não o alimentando, e isso só é possível através do autoconhecimento, porque se não tivermos o conhecimento estaremos na ignorância e isso é o que alimenta o lado sombra em todos nós.

Das muitas formas apresentadas para o autoconhecimento das personalidades humanas, cito aqui algumas muito conhecidas e que produzem muitos bons efeitos, que, de forma individualizada, podem ajudar no caminho do autoconhecimento.


A numerologia, com destaque para a versão de origem dos Caldeus, a astrologia nas versões ocidental, oriental e védica, também os arquétipos do tarô muito bem estudados pelo célebre Dr. Jung, também utilizado na versão de tarô terapêutico orientando práticas comportamentais e posturas na vida.

Com certeza existem muitas outras formas de ajuda, em muitos livros, terapias das mais variadas e uma gama de informações tão extensas, que não caberiam neste artigo.

Portanto, conhecer a si mesmo é conhecer um pouco mais do próximo, do seu mundo e do criador, adentrando os segredos guardados nos cofres da mente, da alma e do espírito imortal de cada um de nós, que são a chave para abrir as portas de nossas evoluções.

Aprender que, a partir de si mesmo, potencializando sua luz interior, trará alegrias e grandes satisfações, pois estará ciente e de acordo com seu planejamento, seu propósito de vida, eliminando sua lição cármica, através do aprendizado e evoluindo sempre.

O autoconhecimento nada mais é que a vontade de Deus se cumprindo através de nós, a partir de nossas experiências, de nossas transformações positivas, pois estamos sempre recebendo os estímulos para nos autoconhecer, seja através de mensagens, textos, pessoas e exemplos de vida, em nosso trabalho, na família, nos amigos e até mesmo com aqueles que se dizem nossos inimigos, porque no universo nada se perde, tudo se transforma, tudo é aprendizado!

Conhecer a si mesmo e ao outro é conhecer Deus presente em todos nós.

Sejam felizes aprendendo a partir de si mesmos e evoluindo sempre.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O segredo: iakovenko / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.