O ‘cheirinho de vovó’ começa aos 30 anos, revela especialista

Nós todos conhecemos o cheirinho de bebê, aquela fragrância única e muito especial que a gente não encontra nem nos perfumes mais caros, e que nos faz ficar ainda mais encantados pelos recém-nascidos.

Mas você já percebeu que os avós também têm um cheirinho muito característico?

Alguns idosos podem se sentir incomodados, e é por isso que muitas senhoras e senhores usam diversos sabonetes e cremes que os deixam muito perfumados. Ainda assim, não dá para disfarçar completamente. Muitas vezes, quando estamos perto de nossos avôs e avós, sentimos o cheirinho. E, apesar de acreditarmos que ele está presente apenas nas pessoas mais velhas, a verdade é que começa a existir muito antes do que imaginamos!

José María Antón, químico, pesquisador e membro do Ministério da Ciência, revelou em uma entrevista ao jornal El País que esse cheiro começa a se desenvolver entre os 30 e 40 anos de idade, quando a produção de lipídios na superfície da pele aumenta graças a alterações hormonais e que “por isso, muitas pessoas dizem que os idosos têm um cheiro mais forte”.

Antón também explicou que o cheiro “é causado por 2-nonelal, uma molécula que é gerada na pele pela oxidação natural dos ácidos graxos da barreira lipídica”. Ainda acrescentou que ela não tem nada a ver com falta de higiene “É real e é identificado como ruim, mas não tem nada a ver com suor, outros fluidos corporais ou com falta de higiene”.

Por mais que o cheirinho possa não ser um dos mais agradáveis, temos que entender que faz parte de nosso organismo, e que em algum momento todos nós também o desenvolveremos.

Portanto, na próxima vez que estiver na casa dos seus avós e perceber que algumas almofadas, travesseiros ou até mesmo roupas parecem ter o seu cheirinho, não torça o nariz, entenda que é uma consequência da idade e que eles merecem muito amor, cuidado e respeito, independentemente de qualquer coisa.

Se você quiser diminuir a sua própria produção do cheirinho característico, certifique-se de manter uma rotina saudável, tanto na alimentação quanto nos exercícios físicos. No entanto, tenha em mente que o cheirinho não vai sumir, será apenas menos intenso.

Aceite e ame o cheirinho dos seus avós, ele é uma celebração de suas vidas!

Você já conhecia a origem do cheirinho característico dos avós? Comente abaixo e compartilhe o artigo em suas redes sociais!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Pablo Hidalgo / 123RF Imagens



Deixe seu comentário