O coração dela é complicado…



Ela sente que cada parte de si está em conflito. Muitas vezes, não sabe dizer o que sente ou pensa. Nem mesmo sabe quem é em seu interior.

Ao mesmo tempo em que é uma romântica apaixonada, também é cética. O fundo de seu coração, deseja encontros no parque e jantares à luz de velas. Ela quer encontrar bilhetes espalhados pela casa. Quer uma pessoa com a magia de acalmar suas tempestades internas. Alguém que a deixe segura, protegida, à vontade, confortável.

Apesar de ter todos esses desejos, ao mesmo tempo, ela não consegue acreditar no amor. Tem a sensação de que em algum momento, todos vão machucá-la, e que terá que juntar sozinha os seus pedaços. Para ela, o cavalheirismo já morreu, assim como a chance de ser verdadeiramente feliz no amor. Ela não acha que algum dia encontrará a sua pessoa, para o resto da vida.

Ela gosta de si mesma, mas ao mesmo tempo também se detesta. Algumas vezes, quando se olha no espelho, ela se orgulha do que vê. Tira fotos de si mesma e admira, pensando na sorte daquele que tem seu coração. Fala sobre sua beleza e realmente está sendo sincera.

Porém, ao mesmo tempo em que se ama e se admira, ela também enxerga uma pessoa cheia de falhas e defeitos.

Ela sempre procura sair no fundo das fotos, para que sua esquisitice não fique em destaque. Sente insatisfação ao se olhar no espelho e fala realmente sério sobre sua feiura.

Ela é uma pessoa extremamente amorosa e cuidadosa. Não se importa em sair do seu caminho, literalmente, para ajudar um amado em necessidade. Nunca ignora ligação de um amigo ou da mãe. Ela ajuda os carentes e se envolve em trabalhos de caridade. Chora por não poder ajudar a todos e, muitas vezes, ela se cobra enquanto ser humano.



Mas, ao mesmo tempo, ela ignora mensagens, faz piadas com os amigos, é agressiva quando pensa que está certa e ofende outras pessoas. Não se importa com a opinião de nenhuma outra pessoa sobre si mesma e ignora aqueles que discordam de seu ponto de vista.

É otimista e pessimista ao mesmo tempo. Esforça-se para ver o melhor naqueles ao seu redor e praticar a empatia, mas tem dificuldade com pessoas. Ela não acredita em ninguém. Acha que todos são motivados por razões ruins e que suas intenções são tóxicas. Enxerga a todos como egoístas, que nunca se importam com sentimentos que não sejam os próprios. Acha que está sozinha e que só pode contar consigo mesma.

Ela é capaz de enxergar o seu valor, sabe quais são suas qualidades e o que merece da vida e daqueles com quem convive. Sabe ser feliz sozinha e não aceita um relacionamento em que seja tratada como inferior.

Porém, muitas vezes permite que outras pessoas tirem proveito de sua bondade. Aceita que o seu amor-próprio fique em segundo lugar, depois da aceitação das outras pessoas. Quando encontra uma pessoa que julga essencial em sua vida, ela diminui sua exigência e pode se acostumar com menos do que merece, porque em sua visão, isso é melhor do que estar sozinha.

Ela é incrivelmente forte, mas vulnerável. É muito feliz, mas dominada pelo estresse. Ela é simples e clara, mas complicada como nenhuma outra pessoa.






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.