O coração é uma bússola. Se ele pulsa por alguém, por que não arriscar?

Quando se trata de amor, vale a pena arriscar?

Estava eu, navegando pela timeline do meu facebook, e uma amiga compartilhou uma conversa de WhatsApp na qual estava escrito mais ou menos assim: “Se você gosta de alguém, por que vai desistir nos primeiros obstáculos? Se realmente for um sentimento especial, corra atrás, quebra a cara. Se der certo, ótimo, se não der, aprendizado. Segue sua vida com a consciência tranquila, pelo menos você tentou. Caso essa pessoa voltar, e você ainda a amar, não pense duas vezes, a aceite. Às vezes a vida te tira naquele momento para o sentimento amadurecer, se for para ser, uma hora a pessoa perceberá o que perdeu e voltará atrás. ”

Enfim, o diálogo dizia mais ou menos assim.

Após ler e analisar, fiquei pensando comigo mesma, não é que o autor tem razão? Quantas vezes perdemos algo pelo simples fato de não termos coragem o suficiente para arriscarmos? Quantas vezes o orgulho costuma tomar conta de nossos sentimentos? Já pensou quantos momentos lindos podemos perder ao permitir que o orgulho tome conta de nós?  A vida é assim, exige que nos arrisquemos mais. O coração é uma bússola. Se ele pulsa por alguém, por que não arriscar?

Ah, mas e se não der certo? E se eu não for correspondido? Você já tentou pra saber? Jogue limpo com teu coração, bora pra fora o que tanto guarda aí dentro. O não você já tem. Não estou falando que existe uma fórmula eficaz que te livre de tomar um fora, mas custa tentar? No fim, o que vale é o aprendizado.

E outra, as pessoas passam pela nossa vida justamente para nos ensinar algum tipo de lição, inclusive as pessoas que nos decepcionam. Você pode ter certeza que ao se decepcionar, você se levantará muito mais forte. A vida ensina, permita-se aprender com ela.

Ah, mas eu tentei, fiz tudo que podia, mas ela não quer ficar comigo. Ótimo. Você pode dormir consciente de que tentou. E sabe? Você foi maduro ao admitir que fez tudo que estava ao seu alcance. Azar é o da pessoa que não soube reconhecer seu valor.

É melhor arriscar e fracassar do que se arrepender por não ter tentado.

Ah, mas tive dois, três, quatro relacionamentos que não deram certo, não acredito mais no amor. Opa, espera aí pessoinha, vai desacreditar do amor só por que sofreu no passado? Então quer dizer que se aparecer alguém legal, vai chutar só porque os últimos relacionamentos não acabaram bem? Para né. Onde está sua esperança? Se o relacionamento anterior acabou, com certeza foi porque já não estava dando mais certo. Mas ele deu certo enquanto existiu, ou vai me dizer que ele deu errado do começo ao fim, e que não teve momentos bons também? Siga em frente. Guarde apenas os momentos bons e esqueça os ruins. Aprenda que todos nós merecemos uma segunda chance. Ninguém é igual a ninguém. Se estiver mesmo afim, permita-se.

Vai lá, fale, beije, sinta, demonstra. Apenas seja sábio o suficiente pra saber o momento certo de tirar seu time de campo, porque ninguém merece mendigar amor, caso o contrário, enquanto houver razões e reciprocidade, arrisque-se.

É melhor tentar e fracassar do que se arrepender por não ter tentado.



Deixe seu comentário