O dia em que não tocamos alguém de maneira positiva é um dia perdido

5min. de leitura

O dia em que não tocamos alguém de maneira positiva é um dia perdido, já que a beleza do ser só tem vida quando tem conexão com outra alma, seja por um sorriso, um abraço, uma atenção ou qualquer outra forma de tocar alguém.



A melhor intenção do existir deve ser dar brilho à vida do outro porque é isso que nos mantêm acesos por dentro e que nos ilumina ainda mais!

Amadurecer leva um certo tempo, mas florescer a alma, apenas um instante, é a duração do sorriso, do abraço, das sutilezas e dos detalhes que nos tornam “seres humanos”.

Por isso, conservo minha alma sempre florida e perfumada, porque busco tocar de maneira positiva todos os que encontro em meu caminho e não me contento com aquilo que tem a intenção de ser menos do que isso em minha vida, porque não aceito pessoas que só têm a intenção de tornar os meus dias cinzentos.


Não preciso buscar pelo que é verdadeiro, o meu coração sente e a minha alma não desmente, porque certas conexões são sintonias que não trazem disfarces, pois, tocar nosso coração e fazer morada na nossa alma são as suas únicas pretensões e essa é a prova de que são coisas que valem o nosso tempo.

Dessa maneira, não simpatizo com sentimentos descartáveis, amizades por conveniência, felicidades ilusórias e meias verdades. Isso para mim são atitudes sem valor que não me convencem.

Talvez me chamem antiquada, mas certas coisas do mundo moderno não me convencem, infelizmente, só me abrem os olhos para que eu enxergue o quanto regredimos. Coisas descartáveis eu até aceito, mas pessoas que descartam as outras e seus sentimentos, sem fazer cerimônia, têm um oco no lugar do coração e nunca serão dignas da verdade que existe dentro de pessoas que só são tocadas pelo que se iguala à sua profundidade.

Simpatizo com corações que sentem e demonstram, com olhos que enxergam além do aparente e que choram quando o sentimento não cabe no peito, com sorrisos que nos desarmam mesmo nos dias mais tristes.


Simpatizo com quem, apesar de estar na modernidade, não tem medo de ser humano e de demonstrar toda a sua humanidade.

Por isso, o laço mais bonito é o recíproco e, assim, não devemos ligar para aqueles que nos acham menos, nós sempre seremos o suficiente para quem consegue nos enxergar por dentro.

A confiança, o respeito e a reciprocidade são as bases de qualquer relacionamento entre dois indivíduos, seja ela de parentesco, amizade ou amor. A ausência disso pode indicar tudo, menos futuro. Não somos obrigados a pousar em quem só merece o nosso voo para bem distante deles. Assim, para nos alcançar, não é preciso muito, mas demanda profundidade: basta nos conhecer por dentro e encontrar o caminho para fazer morada em nosso interior.

Por isso, devemos ser profundos a ponto de fazer da nossa jornada uma trajetória que seja capaz de conquistar corações através dos nossos nobres gestos em vez de plantar espinhos em nosso caminho porque o mundo tem idas e voltas e em uma dessas voltas podemos estar descalços e pisar nos espinhos que nós mesmos plantamos.

Assim, devemos plantar apenas aquilo que cria raízes e frutifica e, se esse plantio for no coração alheio, poderemos colher o que há de mais valioso: confiança, respeito e reciprocidade de pessoas verdadeiras que fazem questão de nos tocar a alma, assim como nós fomos capazes de fazer com elas.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O segredo: nd3000 / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 22/03/2018 às 7:05






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.