O encontro de duas saudades faz com que elas sumam, sem deixar saudade

Quando matamos a saudade, não ficamos presos ou somos punidos. Nossos corações aguardam ansiosos a soltura do amor, trazendo o alívio, a felicidade e a vontade de não sair desse estado de êxtase.

A sensação provocada pela saudade pode parecer negativa, mas não para os saudosistas. Hoje, aceite como positiva, no sentido de que peculiar sentimento só se faz presente quando algo marcante existe em você, em relação a uma pessoa, lugar, momento, cheiro, sabor…

Enfim, podemos sentir saudade de quase tudo, e no final, se ela existe, é porque alguma coisa importante ficou intrínseca em nós.

A saudade é como um liquidificador unindo e misturando – na mente ou no coração – a solidão, a falta, a distância, com pequenas pitadas ou grandes colheres de amor.

Mas se não existisse esses ingredientes, os antônimos para essas palavras e assim, os sinônimos descendentes dessas, não seriam multiplicados formando os mais belos vocábulos ditos ou escritos.

Pode chamá-la de inconveniente, mas ela é assim. Às vezes, chega em tal dia ou tem hora certa. Entra sem bater ou pedir licença. Vai e volta. Vem só e tende a se espalhar. Permanece, fica calada e não pede nem um copo d’água. Pode ser uma visita rápida ou uma estada demorada. E a gente, incomodado, busca logo uma saída, uma desculpa. Vontade de jogar fora, mandar embora, expulsar com vassoura. Esqueça a educação! Parece prisão sem grade, um barco a deriva, GPS sem sinal.

A saudade pode ser passageira ou eterna, a depender de como olhamos para ela quando ela tende a aparecer.

Importe-se apenas em enxergar seu lado bom e aprenderá que ela surge, para depois, ao ir embora, aflorar sentimentos divinos.

Distanciar-se da saudade é sentir o prazer do alvorecer ou contemplar a gratidão de ver e viver mais um dia, mais um pôr do sol.

Quando matamos a saudade, não ficamos presos ou somos punidos. Nossos corações aguardam ansiosos a soltura do amor, trazendo o alívio, a felicidade e a vontade de não sair desse estado de êxtase.

Chega de saudade! O abraço verdadeiro faz sentido. O dia se torna tão lindo que, até se inverter, um arco-íris forma o nosso sorriso.


Direitos autorais da imagem de capa:  wallhere.com / 897282



Deixe seu comentário