O lado escuro da alma…

Desde que comecei a ter uma mentalidade mais crítica eu passei a admirar pessoas que apesar de todo mal que encontram na vida, tem uma postura otimista e cheia de luz. É tipo de pessoa que nos piores momentos da sua vida você adoraria ter como amiga ou companheira. Com toda certeza esse não é o meu caso e também não deve ser o caso de muita gente por aí, pessoas que apesar das coisas mais felizes estarem acontecendo ou mesmo tendo seus problemas para lidar, conseguem ver sombras por todo lado, apenas desesperança e medo.



Por bastante tempo eu achei que isso fosse normal, uma perspectiva de vida onde vemos o pior em tudo; até o momento que eu comecei a desconfiar que isso não era bom para minha vida. Gostaria de dirigir esse texto à essas pessoas, pois neste momento, gostaria imensamente que alguém me dissesse algo assim. E se você conhece alguém que tem essa atitude, por favor, fique ao lado dessa pessoa, pois o que ela mais precisa são de boas almas que se compadecem com a dor alheia.

O que é essa tristeza que sentimos e que custa a nos deixar em paz? Drena nossa vontade de viver a cada minuto, que nos faz desejar a morte como se fosse o mais doce alento; imagine só, isso pode ser uma doença, a maior doença dos nossos tempos, sim, estou falando de depressão. Já ouvi muito desses estereótipos, “é frescura”, “Sai dessa porque você pode”, “vai praticar exercícios”, “vá procurar um médico”, “procura deus” etc. Opiniões polêmicas à parte, algumas dessas frases chavões são úteis e outras são simplesmente rótulos do senso comum que muitas vezes vem somente para atrapalhar, como por exemplo ser uma frescura de gente fraca; saibam então vocês que a Organização Mundial de Saúde já informou que a depressão é uma das doenças que mais mata no mundo inteiro.

Procurar ajuda médica é mais do que recomendado. Psicólogos ajudam a ver as coisas de outro ângulo, porém uma simples consulta pode vir a custar de cem reais a mais de trezentos reais dependendo do status do profissional; não querendo diminuir o trabalho desses incríveis profissionais, a verdade é que a maior parte da população não pode pagar essa importância por consulta e convênios se recusam muitas vezes a cobrir mais que dez consultas ao ano. Não vou entrar no mérito da saúde pública desse país, mas acabamos pagando caro por ajuda, muitas vezes com a vida.


Outro caso interessante a se comentar é buscar a ajuda espiritual, não importando aqui qual a sua visão de deus. Posso dizer que muitas vezes encontrar orientação médica em CAPS, hospitais especializados é difícil, mas quando se trata de orientação espiritual, isso realmente pode ser uma medida paliativa extremamente positiva. Quando as pessoas entendem realmente o que é a depressão, encaram isso com seriedade, ao procurar na religião pode-se encontrar pessoas dispostas a ajudar e fazer com que você possa mudar seu ponto de vista sobre a vida.

O que eu acredito aqui é irrelevante, porém quando temos uma atitude negativa sobre a vida atraímos coisas negativas também, mesmo que você esteja fazendo isso sem querer; então fica a dica. Isso me faz lembrar de outro ponto. As pessoas ficam depressivas sem querer, ninguém procura isso, então você que se sente um “trapo”, seja gentil com você mesmo, com seus erros e suas limitações; entenda, todos temos limitações, fraquezas e todos erram. Tenha noção de que isso que você sente, não é você, não é a sua identidade. Você é muito mais do que seus problemas, suas fraquezas, seus desesperos.

Finalmente, eu quero deixar para vocês uma das frases que mais me marcou na vida e que é até bem clichê: O sol sempre raiar depois da tempestade. Estamos passando por essa luta e não importa como ou quando, as coisas vão mudar, continue tentando e acima de tudo acredite em você. Possivelmente as coisas não vão melhorar da noite para o dia, vai haver muita luta nesse meio tempo, mas tenha certeza que a morte não é a solução dos seus problemas, é apenas adiar o inevitável. Não é covardia, com certeza, se você acha que a pessoa é covarde frente a vida, tenha vergonha de você mesmo; somente quem sente a dor pode dizer como ela é dolorosa e como sobrepuja-la é um desafio digno de Hércules; muitos que pensam isso não aguentariam um dia na pele de outra pessoa.


Assim vamos tocando a vida, um passo de cada vez, procure a luz dentro de si, pois ela está aí. Uma frase do mestre budista Michael Lama: Mesmo que uma joia esteja envolta em lama ela nunca deixará de ser uma joia. Assim, você nunca deixará de ser essa pessoa maravilhosa, mesmo que rodeado de dor, você ainda é uma Joia. Luz para todos vocês.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.