Colunistas

O maior desnude é o da alma…

O maior desnude e o da alma

Quando a alma está livre para ser exatamente como quiser, não se prende mais a nenhum território físico, é desprovida de qualquer tentativa de aprisionamento.

A alma, Quando tem permissão para ser expressa exatamente como é, como se sente… Ela realça o seu brilho e se agiganta.

Despir o corpo não é tão complexo, qualquer um pode fazer, mas, para despir a alma, é preciso coragem e muita força interior de quem já consegue saber exatamente quem é, de quem não precisa mais provar nada para ninguém… De quem se sente muito confortável com a sua pessoa e muito mais livre para conseguir apresentar-se despudoradamente com sua alma mais leve…

Dispa-se de regras para ser como você é … Dispa-se de conceitos que enquadram todos em uma forma enrijecida cultural, emocional, social; de etiquetas, de moldes de vestimenta…de um padrão pré-estabelecido de beleza, de corpo; vista-se de você, preencha sua alma de verdade; mostre aos outros a realidade, seja quem for; assuma suas reais condições, e mostre ao mundo a sua beleza, os seus desgastes, as suas delicadezas, as suas partes sombras, mostre todas as suas partes sem nenhuma vergonha de assumir verdadeiramente a sua alma integral e humana.

Somos quem podemos ser

Sonhos que podemos ter

(Refrão de Somos quem podemos ser

Canção de Engenheiros do Hawaii)

Despir-se é revelar-se, despir-se de alma é mostrar-se por inteiro.

Nada pode ser mais abrangente como assumir a sua grandeza e a sua mediocridade, colocar-se como você é, sem mais, sem menos, apenas de forma real…

Quem pode assumir-se, pode revelar-se, pode encarar a sua alma e tudo que contém nela, pode, com certa tranquilidade, mostrar todas as partes: as partes curadas, as partes que ainda não estão cicatrizadas, as partes bem resolvidas, as partes que ainda não estão encontradas, as dúvidas, os receios… pode mostrar o amor e o desamor, sem rancor, sem medo de assumir todos os aspectos e dizer a todos o quanto a sua alma é de verdade e está em construção constante…sem temer as críticas, julgamentos ou rejeições…

De peito aberto, seguimos com a alma nua e amparada no verdadeiro sentido do “ser” e do “existir”, com uma beleza presente e real, com a delicadeza de se saber perene e imortal…

A respeito do corpo, pode se vestir ou despir, pode encobrir todo o medo, toda a dúvida, todo o desmazelo, o descuidado, o descuido,  todo amor, todo desrespeito, preconceito,  como lhe convier, como conseguir… A respeito da alma, não é possível encobrir o que está impresso, o que foi sentido profundamente, vivido intensamente, são registros, o que hora está parado,  mas foi rio um dia, não dá para sufocar um grito, um choro, uma dor, não dá para abafar um suspiro, uma intenção forte, uma paixão…um olhar, um forte querer, não dá para negar da alma algo que é mais que forte intenção… É algo que vem lá de dentro do coração…

Sejamos transparentes, sejamos de corpo e mente, não só aparentes, isso é contraproducente; sejamos realmente verdadeiros com os outros e com a gente. Sejamos principalmente uma fonte de expressão da alma, uma expressão dos sentimentos, e das emoções mais puras e inteiras da gente.

Um corpo potente possui uma alma inteira. Uma alma inteira vai além de um corpo limitante. Toda e qualquer expressão profunda de um ser encontra-se em seu interior e transpõe as barreiras físicas e está em um lugar secreto, um tesouro que é de cada um.

Somos corpo, mas somos mente, e somos muito mais alma, expressão interior, somos registros, memórias, sentimentos…

Seja livre para estar de corpo e alma com você e com as pessoas.

Desfrute a sua melhor condição, a condição que o liberta e o possibilita alçar voos maiores em direção a sua expressão maior.

Não se cobre além das suas possibilidades, respeite-se e seja uma pessoa que busca ser integral, ser humano, e que tem consciência dos seus limites, mas expande todos os dias um pouco mais.

A vida sempre apresenta um contorno diferente todos os dias. É possível utilizar dos seus recursos internos para conseguir lidar com todas as pessoas e situações. Nem sempre a força está no físico, no corpo, nem sempre o poder está no seu corpo, o seu maior poder encontra-se na sua alma…

Perceba as suas reais condições, sinta todas as suas emoções e fortaleça-se cada dia um pouco mais.

O verdadeiro desnudar precisa de alma, precisa de inteireza, precisa de consciência e libertação!

O corpo sem a verdade profunda da alma é só um corpo oco, vazio e sem viço.

Troco o corpo, pelo desnude da alma! Pela revelação primordial, essencial…

Troco o físico pelo não físico, troco tudo que é metade, pelo inteiro: De corpo, com alma, e de coração, profundo, real, sincero, conteúdo, conectado ao ser, a maior beleza que pode existir a que contém falhas e humanidade, a que vence barreiras da banalidade

0 %