O medo está tirando de você as melhores experiências da vida. Livre-se dele!



No meu trabalho atual, tenho o privilégio de conhecer, diariamente, pessoas de diversas partes do mundo. Nunca saio vazia desses encontros. Todas as pessoas que passam por mim, estão ali por um bom motivo.

No verão passado, tive um encontro que mudou, definitivamente, minha forma de ver as coisas.

Uma senhora me chamava muito a atenção durante a semana em que passou por lá. Sempre alegre, sorridente, transbordando simpatia com todos ao redor. Todas as manhãs ela se aproximava e conversava um pouco comigo sobre assuntos diversos. Em uma dessas manhãs, ela planejava o roteiro de passeios do dia, e incluía um passeio de barco. Eu, prontamente, lhe disse:

– Barco? Eu acho lindo, e tenho certeza de que será uma experiência incrível! Mas eu tenho muito medo. Moro aqui há 8 anos e nunca fui. Nem pretendo. (Risos).

Ela me fitou com curiosidade e o com seu riso já conhecido. Depois de um suspiro, disse-me com doçura (transcrevo abaixo em minhas palavras):

– Kássia, eu era como você. Cheia de medos. Até que tive câncer pela terceira vez e vi a morte pela terceira vez. Eu poderia não estar aqui com minha família. Mas estou! Percebi que tinha passado a vida inteira com medo de tudo e deixado de viver tantas coisas que nem dá para contar. E desde a última vez, resolvi que faria tudo de forma diferente, do jeito que eu queria de verdade. Comecei a dar mais atenção a meus filhos e a incentivá-los a aproveitar mais a vida. Resolvi fazer tudo que o medo não me deixava fazer: pulei de paraquedas, andei de helicóptero, barco, parei de levar tudo tão a sério, como fazia antes. E vou lhe dizer com sinceridade: agora sim, eu sou feliz. Então, vou lhe fazer um pedido, vai andar de barco. Faça por mim!

Bem, quem me conhece já sabe que, neste momento, eu já estava debulhando em lágrimas. Eu sabia que ela estava ali como um sinal do Universo. E respondi:

– Eu entendi. E sim, eu vou andar de barco! Muito obrigada! – E dei-lhe um abraço. Não sei quantos segundos aquele abraço durou, mas vou me recordar dele para toda minha vida.

Um mês depois, aproveitei a companhia de um grande amigo que visitava a cidade e fui passear de barco, conhecer um recife de corais muito famoso. O dia estava lindo. Nos primeiros minutos, fiquei meio enjoada por conta da maresia. Mas logo passou. Como não sabia nadar, meu amigo me deu total suporte, me auxiliando durante todo o passeio. Vi peixes raros, o mar em cores que eu nunca tinha visto, conheci pessoas superdivertidas. Foi um dos dias mais incríveis da minha vida, que me emociona só de lembrar. Se fecho os olhos, ainda posso viver novamente cada detalhe daquele dia.

Sempre repenso as coisas que ela me disse. Até porque, minha vida deu um salto radical desde então. Eu pensava: quantas vezes havia deixado de viver experiências incríveis por causa do medo? E se eu tivesse mandado aquela carta? E se eu tivesse feito aquela viagem? E se eu tivesse dito o que eu sentia? E se eu tivesse aceitado aquela oportunidade de emprego? E se eu tivesse confiado? E se? E se? E se…



Então, decidi que nunca mais deixaria o medo guiar minhas escolhas e minha vida! Aceitei uma oportunidade de emprego que me ensinou uma nova carreira e me fez conhecer um novo dom, que nem mesmo eu tinha noção que existia. 

Fiz amizades com pessoas incríveis que, sinceramente, anteriormente nunca faria. Mudei o cabelo, o jeito de vestir, conheci pessoas maravilhosas!

Todas as pessoas das minhas relações, sem exceção, sabem exatamente o que sinto por elas. Nunca me nego a dizer que amo, respeito, me orgulho, admiro. Não tenho mais vergonha dos meus sentimentos. Tomo tudo como aprendizado e sigo em frente, muito melhor do que antes dessa experiência, com certeza! Recentemente, ouvi de uma pessoa que sou muito sensível. E daí? Para mim, isso foi um grande elogio à minha sinceridade e ao meu amor às pessoas.

Então, faço a você o pedido que ela me fez: vá andar de barco! Ligue para a pessoa que você ama e diga o que sente! Aceite uma proposta que você quer, mas tem medo por ter que sair da zona de conforto. Ligue para sua irmã e faça as pazes. Desapegue das coisas pequenas e foque no que realmente importa: ser feliz! Não permita que os medos que outras pessoas colocaram em você dominem a sua vida!

No começo da experiência, você vai sentir o desconforto, como eu senti no barco. Depois, vai ser maravilhoso. Acredite!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / prostooleh






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.