ComportamentoO SegredoSucesso

O melhor computador do mundo é o seu cérebro, use-o

o melhor computador do mundo

O cérebro humano é o computador mais sofisticado existente na terra, porém é lento ao contrário do computador eletrônico, que não é tão genial, mas é muito rápido.



Em tempos em que valorizamos tanto a velocidade, acabamos desprezando a máquina mais valiosa de todas, nossa mente.

Todas as respostas estão à nossa disposição, por isso, já não fazemos tanta questão de memorizar. Acabamos acomodados devido à tanta facilidade. Hoje, pouco escreve-se à mão, todos optam por digitar, afinal é mais prático, mas isso é um erro, pois se você estivesse escrevendo com sua letra em seu caderno, estaria colocando o conteúdo no seu HD e não no do seu computador.

A  praticidade e a pressa cotiana, faz com que a capacidade do nosso cérebro fique de lado, esquecemos que nunca é tarde para procurarmos subir a escada a inteligência.


Nas faculdades e escolas, os alunos estudam para a prova, não para obter conhecimento. Decoram o conteúdo, despejam em uma folha branca no dia determinado e após uma semana tudo é esquecido. A prova disso, é a existência de cursinhos para OAB, onde estudantes vão para aprender tudo que estudaram durante 5 anos.

Embora exista tanta displicência dos alunos, ainda pode haver problemas com o método de estudo, talvez estamos procurando aprender da forma errada, por esse motivo, selecionei algumas dicas do grande professor Pierluigi Piazzi, que defendia a ideia de que inteligência se aprende.

Ainda que durante muito tempo tenha acreditado-se que a inteligência era uma característica inata, hoje a neurociência já tem provado que ela pode ser desenvolvida.

Desenvolva!


A seguir dicas para estudantes e para aqueles que procuram aprender todos dias um pouco mais.

1. Escreva à mão, sempre

Para o professor Pier, não basta você ler o conteúdo, isso não é estudar. Para que haja aprendizado é essencial que você estude escrevendo à mão, fazendo resumos e anotações.

Note que foi dito ‘escrevendo à mão’ e não ‘digitando’. Entenda


“Você tem movimentos totalmente distintos para escrever cada letra a mão, mas isso não existe quando você está digitando. Isso faz com que mais redes neurais sejam ativadas no processo da escrita”, diz o professor.


2. Saiba o que é importante para colocar em seu resumo

Não copie todo conteúdo do livro, selecione o que importa, faça isso fingindo estar escrevendo uma cola para a prova. Por ter pouco espaço e pouco tempo para consulta-la, é preciso ser conciso, mas ao mesmo tempo abordar os pontos principais. É disso que você precisa quando for estudar ou for buscar aprender algo sozinho. Faça uma “colinha” todos os dias, seu cérebro irá memorizar.



3. “Aula assistida hoje é aula estudada…hoje!”

Essa vai para todos que estão voltando às aulas esse mês, afinal, é um ótimo momento para começar usufruir dessa dica.

Além de evitar acumular matérias, estudar o conteúdo visto em sala de aula no mesmo dia fará com que seu cérebro entenda que aquilo é importante e o memorize.



4. Estudar é individual

“Ninguém aprende coisa alguma se não for autodidata, ou seja, professor de si mesmo” Pier

Estudar deve ser solitário. O professor Pierluigi Piazzi, bate muito nesta tecla, afirmando que ninguém pode fazer por você.


“Estudar em grupo é útil se você for a pessoa que explica a matéria para os outros. Quem ouve não aproveita”, diz ele. A melhor dica para um bom estudo, aliás, e explicar a matéria para si mesmo.


5. Música? Só em línguas que você não entenda

Não é proibido estudar ouvindo música – há quem precise dela para se concentrar. Mas evite ouvir músicas em idiomas que você entenda – isso pode fazer com que você desvie sua atenção para a letra e esqueça a matéria.



6. Respeite seu tempo

Se você é mais produtivo de manhã, deixe para estudar as matérias mais difíceis nesse período. Quando sentir que a concentração não está rolando de jeito nenhum, faça uma pequena parada e depois volte. Manter intervalos regulares é fundamental – e a frequência vai depender do seu ritmo.

Lembrando que isso serve para qualquer coisa que você esteja aprendendo, seja música ou programação.



7. Crie um pequeno ritual antes de estudar

Sempre que for mergulhar nos estudos, crie e respeite um ritualzinho antes. Pode ser um alongamento, pegar um copo de suco para deixar na sua mesa, ou que mais achar melhor. Com o tempo, seu cérebro vai entender que é hora dos estudos e ficará mais fácil se concentrar.


8. Leia

Ler é extremamente importante para subir a escada da inteligência, no entanto, você deve procurar ler livros por prazer. Procure assuntos que te agrade, assim você vai sentir vontade de ler, mesmo nas férias.

 

___

Fonte: Vida em Equilíbrio

Nós que nos apaixonamos facilmente

Artigo Anterior

Pare de se preocupar com tudo

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.