ColunistasReflexão

O mundo precisa do seu talento!

O MUNDO PRECISA DO SEU TALENTO capa e dentro

Você sabe por que a ideia de concorrência não passa de ilusão? Porque cada um de nós é único, diferente e exclusivo! Isso te soa estranho?



Então, darei um exemplo. Diversos cantores podem interpretar uma mesma música, mas cada interpretação será diferente! E qual deles será o melhor intérprete? Depende de quem estará escutando e avaliando.

Na vida cotidiana, você pode ser considerado o melhor em um momento, e em outro, não! Tudo é mutável! E o momento do outro, é simplesmente o momento do outro!

Então, ao escolher algo importante em sua vida, como um trabalho, por exemplo, não olhe para fora! Não importa se o mercado está saturado, ou se há diversos outros excelentes profissionais à sua frente, ou se todos estão falando do mesmo assunto … olhe para dentro, conecte-se com a sua fonte, sua essência e imprima no seu trabalho o seu jeito, a sua cara, a sua energia!


Por mais que existam outros desempenhando o mesmo papel que você, não há ninguém com os seus talentos, com o seu jeito, e certamente, há muitas pessoas que aprovam e se identificam exatamente com as características que você tem a oferecer!

E quem não se identifica, certamente, realizará outras escolhas … todos temos livre arbítrio! O universo é abundante! Quando estamos no fluxo do bem estar, quando damos o nosso melhor ao universo, ele nos retribui exatamente na medida do que entregamos … a prosperidade é consequência desta entrega, e não o objetivo final!

Então, “conheça-te a ti mesmo”! Encontre os seus maiores talentos e os entregue ao mundo da melhor maneira que conseguir! E divirta-se durante o processo de construção da vida que você escolheu viver! O mundo agradece!

Você pode e deve brilhar muito mais!


Por vezes, diante de uma nova realidade, paralisamos! Nem sempre desejamos seguir, os olhos enchem de lágrimas, os questionamentos são inúmeros e a dor torna-se inevitável! Mas aí vem o depois! E o depois … ahhhh, faz milagres por nossa vida!

Eu me fiz de difícil e acabei perdendo…

Artigo Anterior

A dor física e o perdão…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.