ColunistasReflexãoVida

O nunca e o sempre só nos confundem!

Foco neste mundinho aqui. Como a gente sempre diz besteiras!



Quer ver quando se trata de pronunciar os nuncas nas nossas frases de efeito. Como nos contradizemos com coisas que saem de nossoas bocas com estas palavras. O nunca é muito longe e o sempre pode nos confundir.

“Ah o sofrimento não é para sempre.” Quem nunca soube de alguém que sofreu até o último minuto? Se foi aqui, foi para sempre.

“Eu nunca vou desistir de você.” Desiste sim. Se o outro não quer continuar você vai ter que desistir. Se pensar num amor impossível, acredite, ele pode ser impossível para sempre.


Nunca permita que a humilhação lhe atinja, que o egoismo trave, que o ego domine. Sempre procure palavras diferentes para suas argumentações tão iguais.

Sempre esteja aberto ao novo, ao inusitado, ao acaso. Sempre acredite na sorte. Ela é um presente da vida enquanto você pensa que algumas coisas nunca vão acontecer.

nunca e sempre1

Quem acredita que vai ficar sozinho para sempre, não sabe que o tempo um dia diz: “você nunca ficará só.” Quantos nuncas você disse por dizer? Para impressionar, para se defender, para se poupar? E o “isto nunca aconteceu comigo”, sempre escapa em algum momento.


Aquele nunca que gostaria que fosse para a vida toda deve latejar em algum ponto do peito. “Nunca mais eu olho, nunca mais ligo, nunca mais tento, nunca perdoo, nunca espero.” Você olha, liga, tenta, perdoa, espera.

Já ri das vezes em que me flagrei fazendo o que dizia que nunca faria. Já me envergonhei de nunca ter insistido em coisas que só precisavam de um pouco mais de mim. Já me orgulhei de nunca ter contrariado os meus nuncas.

Sempre há exceções, explicações, motivos recomeços e respostas. Por mais loucas, elas existem e podem apenas não se manifestar.

Desistir de sonhos mesmo os mais bobos, quem nunca?  Nem sempre o melhor está por vir, nem o pior. Nem sempre você vai falar toda a verdade, expor toda a dor, estar à disposição. E quem sabe esteja sempre no pensamento de alguém.


Nunca acredite em tudo o que dizem. E se você nunca parou para pensar na força destas duas palavras, saiba que sempre pode mudar sua maneira de pensar.

Dá um tempinho aí, senhor tempo!

Artigo Anterior

Salto de consciência: por que isso deveria te interessar?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.