O perigo de perder a sua essência ao ser engolido pela rotina

A rotina é exaustiva. Trânsito, reuniões, horas no computador, conflitos para serem resolvidos.

Tanta coisa acontece que, às vezes, o efeito é até inverso e parece que não fizemos nada. As horas passam rápido e fica a sensação de que o dia não dura o suficiente.

Quantas vezes já não me peguei questionando se estava me perdendo de mim mesma nessa loucura? Quantas vezes deixei de praticar alguma atividade que amo fazer por que simplesmente não tinha forças para executá-la? Quantas vezes deixei de escrever por que não sentia nada além de sono para expressar?

Pare, reflita e (re)conecte-se com a sua essência

Em momentos como esse que eu parei para refletir se não estava me perdendo de mim mesma. Se não estava deixando de ser e viver tudo o que me representa e faz de mim quem sou. Para ficar mais claro: eu sou a Bruna, amo ler, escrever e praticar Yoga. Se vou deixando de realizar essas atividades, parece que não estou mais conectada comigo mesma.

Isso acontece porque a rotina e as obrigações são grandes e ocupam boa parte do nosso tempo. Mesmo sem perceber, somos engolidos por tudo isso e vamos deixando todo o resto para depois.

O problema é que nessa de deixar para depois, deixamos nós mesmos para depois.

Afinal, todo mundo tem uma ou várias atividades que representam a sua essência. No meu caso é a escrita e a Yoga, mas para você pode ser assistir filmes ou correr no parque. São aquelas coisas que fazem de você realmente você, tornando-o único.

É normal termos esses “turning points” ao longo da vida. Nos últimos meses mesmo eu estava me sentindo um pouco mais distante da literatura porque precisava priorizar algumas outras coisas. Rapidamente me reorganizei porque senti que estava me desconectando de mim mesma.

Agora reflita profundamente:

  • O que representa a sua essência?O que é aquilo que quando as pessoas pensam em você, rapidamente associam a sua pessoa?
  • Você se sente conectado com a sua essência? Ou sua rotina vem engolindo quem você é sem que você nem perceba?
Não deixe de fazer esse exercício de tempos em tempos, principalmente quando se sentir desconectado.

Olhar para dentro e ter consciência de como o mundo exterior pode estar lhe afetando é a chave para uma vida mais feliz e significativa.


Direitos autorais da imagem de capa: Anthony Tran on Unsplash



Deixe seu comentário