4min. de leitura

O poder da mulher que se ama

Por que chamamos mulheres que se amam de poderosas? Seriam elas diferentes de qualquer outra mulher no mundo? É possível eu ser poderosa se eu aprender a me amar? Quanto custa para eu me amar?


Bom, sério, nunca vi nada mais em conta do que se amar! Nunca vi nada mais barato e gratuito do que se amar e se tornar aquela mulher que você sempre quis ser.

Mas como? Como faço isso acontecer?

Lá vão, minha amiga, algumas dicas incríveis:


1. Pense um pouquinho mais em você!

Isso! Nada de pensar no outro o tempo todo, nada de viver em prol de alguém, depender emocionalmente de alguém! Pense em você! O que faria agora se estivesse pensando mais em si mesma, hein?


2. Pare de querer agradar todo mundo! 

Nada de se preocupar se sua mudança de atitude vai afastar pessoas da sua vida! Deixe ir, vão com Deus! Se forem embora, simplesmente porque você disse “não” a um pedido, colega, significa que essa pessoa vivia só para sugá-la, para ser servida por você. Dê um basta!


3. Faça algo para você!

Que tal um curso, um novo idioma, voltar a estudar ou arrumar um emprego?


4. Tome decisões e tenha atitude!

Chega da fase de “mimimi”, ok? Nada de lamentar o que não conseguiu, que queria ter feito isso ou aquilo e nunca fez nada. Essa fase ACABOU. Está na hora de você se decidir e ter atitude!


5. Perdoe-se!

Acontece muito de levarmos uma vida inteira nos culpando por erros do passado, por erros que não foram nossos ou, se foram, que ficaram lá atrás. Precisamos parar de nos punir o tempo todo e aceitar o seu autoperdão.

Bom, as dicas não são muitas, por hora, mas saiba que, se você mudar os seus hábitos ou seguir qualquer uma que seja, dará um passo que a deixará mais perto da mulher que se ama e, consequentemente, do poder que elas têm.

São poderosas? Sim, mas por quê?

Porque decidem, porque têm atitude, porque cuidam dos filhos, maridos e ainda realizam sonhos! Porque são linda e se preocupam se estão bem cuidadas e felizes. Porque sorriem o tempo todo, porque dizem não, porque são magnéticas, cativantes e soltas! Não são prisioneiras de conceitos, de tabus, ideias e nem emocionalmente dependentes. Sabem que são capazes de levar uma boa vida, acompanhadas ou sozinhas e que, da forma que for, estará tudo bem. Correm atrás de seus sonhos, viajam, realizam, fazem pequenas loucuras, amam!

Eu tenho certeza que, ao seguir as minhas dicas, vivenciará a alegria de ser uma mulher poderosa por sentir-se amada!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: neonshot/123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.