ColunistasLei da Atração

O poder da positividade – a positividade pode mudar a sua vida!

O PODER DA POSITIVIDADE capa e dentro

As emoções são uma parte muito importante do nosso ser. Elas têm o poder de colorir as nossas experiências e de, literalmente, dar sentido às nossas vidas. Sem elas, seríamos como caixas vazias. Nós não escolhemos o que sentir, entretanto. As emoções, positivas ou negativas, nos atravessam de modo imprevisível e incontrolável.



Vocês provavelmente vai concordar que existem pessoas que, de alguma forma, parecem mais propensas à positividade. Mesmo quando a vida as reserva alguma tragédia, elas levantam fortes e se recuperam, cheias de recursos para enfrentar o sofrimento. Parece que existe nelas alguma coisa que naturalmente atrai a positividade, não é verdade? Mas o que a psicologia tem a nos dizer sobre isso?

As emoções nos afetam de modo profundo. A maioria delas é muito fugaz – não dura mais do que alguns minutos. Seus efeitos, porém, nos acompanham muito tempo, conforme nos revela a pesquisadora e PhD. Barbara Fredrickson, em sua ampla pesquisa sobre as emoções positivas e o poder que elas têm de mudar a nossa vida.

O PODER DA POSITIVIDADE dentro


As emoções existem em duas polaridades: as positivas e as negativas. Quando experimentamos alguma delas, ela desencadeia em nosso corpo uma série de efeitos que nos torna mais propensos a receber estímulos conforme a sua qualidade. Entramos, assim, num “modo de funcionamento”, ao que a expoente pesquisadora chama de espirais ascendentes ou descendentes.

Isso mesmo! É como se uma emoção atraísse outra emoção da mesma polaridade.

Uma emoção negativa, por exemplo, atrai outras emoções negativas, ou pelo menos nos torna mais propensos a colorir as coisas dessa forma. Quando você experimenta uma emoção negativa, seu corpo se prepara para lidar com ela das maneiras como foi programado pela evolução: lutar ou fugir. Essas duas reações, por sua vez, tendem a perpetuar um ciclo de tensão. É como se um turbilhão arrastasse você para baixo.

A boa notícia é que o inverso também é verdadeiro: as emoções positivas nos tornam propensos a receber os estímulos de forma mais positiva. Além disso, elas fortalecem nosso sistema imunológico e nossas mentes, ao que damos o nome de resiliência.


Mas então por que parece que as emoções negativas têm um peso maior?

Para explicar isso, vou pedir que você volte um pouco no tempo, na época de nossos ancestrais das cavernas. Imagine a seguinte cena: nosso ancestral primitivo está há dias com fome. Caminhando por uma floresta, ele visualiza um belo e rotundo fruto de tonalidade vermelha e aparência suculenta. Isso é maravilhoso, não é mesmo? Mas acontece que, ao lado deste fruto, está um leão que o encara. O que o nosso amigo ancestral vai fazer primeiro?

Por mais que sua fome o impulsione a se deliciar, ele precisa lidar antes com a ameaça – a emoção negativa! – e é por isso que elas têm prioridade no psiquismo. Se o nosso ancestral tivesse escolhido sentir a emoção positiva primeiro, ele teria sido comido e não teria nos passado os seus genes.

O que quero dizer com isso, caro leitor, é que, se você está numa espiral descendente, pode ser preciso certo esforço. Para sair dela, pode ser necessário remar contra a maré. Uma vez que você tenha atingido novas correntes, entretanto, elas vão continuar a carregá-lo. Você só precisa chegar até elas.


O PODER DA POSITIVIDADE capa e dentro

A positividade pode transformar a sua vida. Ela nos abre para mais positividade, nos torna mais saudáveis e criativos. Aproveite este potencial que está dentro de você! Para isso, não basta apenas pensar positivo, é preciso sentir.

Vamos lá?


Eu quero acordar um dia em frente ao mar e em outro olhando as dunas do deserto….

Artigo Anterior

Os vencedores são aqueles que persistem, mesmo diante de qualquer dificuldade!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.