publicidade

O poder do silêncio

No silêncio está a resposta para tudo. Nele encontramos a calma que nos escapa em cada palavra mal expressada, cada opinião irrelevante, cada sentimento sufocado em meio a tantas oposições.



Depressão, ansiedade, pânico já não são mais motivos de estranheza em meio a tantos distúrbios criados pela nova era. Falar, expor, influenciar e criar opinião, tudo isso se torna uma rotina barulhenta, extremamente estressante e descontrolada em nosso cotidiano.

Dia após dia nos deparamos com teorias e mais certezas que tentam explicar a complexidade que é a vida, tampouco compreendemos aquilo que realmente sentimos ou pensamos em relação a tudo o que nos é apresentado.

Como numa avalanche de emoções os dias passam, levando-nos à uma gangorra de altos e baixos, sem ter um ponto de equilíbrio entre os extremos.

Certamente nos esquecemos da sabedoria que existe nas incertezas, perdidos em meio a tantas “verdades absolutas” mal podemos nos darmos conta da simplicidade de existir. 

Respirar, um ato tão mecânico que poucas pessoas param para sentir o valor que isso tem.


Seria essa a solução para os problemas citados logo acima? Talvez, sim. Se soubéssemos o valor do ar, de como é possível acalmar cada célula, músculo, pensamento, expressão com um simples ato de aprender a respirar de forma consciente, sem dúvidas seríamos mais pacientes e equilibrados, entenderíamos como atua nosso sistema nervoso e a frequência que existe em cada informação processada por nós, passaríamos a compreender melhor do que se trata ser responsável pelo que sentimos e consequentemente aquilo que nos afeta de forma positiva ou negativamente.

Mas onde mora a sabedoria para controlar tudo o que sentimos e pensamos? Silencie. 

No silêncio está a resposta para tudo, nele encontramos a calma que nos escapa em cada palavra mal expressada, cada opinião irrelevante, cada sentimento sufocado em meio a tantas oposições. É nele que encontramos o poder que existe dentro de cada um. A verdade se expressa através da transparência, aquilo que a boca diz nem sempre condiz com o que os ouvidos escutam ou o que realmente sentimos, mas o silêncio, ele sim é cheio de si. No silêncio de um olhar, permite-se a entrega, no silêncio de um abraço, encontra-se a sintonia, no silêncio dos pensamentos, a vida toda se organiza.


Já diziam que a melhor cura para qualquer coisa é o tempo, mas também pode ser esse ato de se retirar, tranquilizar a mente, confiar na vida, se entregar para o aqui e agora sem medo, sem pensar demais, sem falar demais, apenas deixando fluir. Tudo passa e depois acaba bem e mesmo que não pareça, é só mais uma sabotagem da nossa mente tagarelante querendo compreender tudo sem saber de nada, quando, na verdade, o amanhã sempre será uma incógnita.

Esta é a beleza de viver sem certeza “de quase nada” e acreditar que no silêncio mora toda a sabedoria, deixando ser a vida o que ela é, mais leve e fluida sem apegos e limitações impostas, apenas com a verdade de que o silêncio tem o poder de explicar tudo o que as palavras não podem esclarecer e que a mente não pode controlar, pois a vida apenas é, então, deixe assim estar.  


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O segredo: alicephoto / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.