O poder do exemplo!

4min. de leitura

Em minha adolescência recebi um dos conselhos que me marcou muito, quando estava em dúvida sobre o que eu poderia fazer para ajudar uma pessoa próxima.



Disseram-me “O melhor que você pode fazer é dar o seu exemplo”. E desde então assumi essa atitude como um lema em minha vida.

Muitas vezes, vemos alguém com dificuldades e sentimos necessidade de ajudar. Mas nem sempre temos o recurso ou não sabemos como. Ou então, a pessoa não quer ou não está pronta para ser ajudada. Então, a única forma que temos de fazer algo é dar nosso exemplo, pois, querendo ou não, somos observados, testados ou desafiados todos os dias.

Uma forma de usar essa observação do outro sobre nós, positivamente, não é nos preocupar com que os outros pensam sobre nós e agir como tal, mas sim, preocupar-nos com o que pensamos, com o que queremos e transmitimos ao outro essas percepções sobre nós.

Todos nós queremos ser respeitados, queridos e bem tratados. Reconhecidos pelo que somos e pelo que fazemos. Mas será que somos fiéis a nós mesmos com o que acreditamos? Somos congruentes em nossa vida?


Entendo por congruência, atitudes coerentes ao que pensamos e falamos. Como assumir um compromisso e cumprir, reconhecer quando não estamos prontos ou precisamos de ajuda, ou seja, agir de forma assertiva.

Por exemplo, quando atuamos em uma posição de liderança, em nosso ambiente de trabalho, em um grupo de amigos ou em nossa família, principalmente com nossos filhos, a atenção sobre nossas atitudes são muito mais intensificadas.

Pois, por definição, essa atenção que despertamos em quem nos rodeia é o que os inspira e em alguns casos o que os move. Seja para bons ou maus resultados.

Nesses momentos que somos mais observados e de alguma forma influenciamos quem está a nossa volta e acabamos sendo tratados conforme a mensagem que transmitimos. Então, se você quer ser bem tratado, seja gentil com o próximo e consigo mesmo.


O primeiro passo para passar uma mensagem coerente é se entender e se conhecer. Verificar quais sentimentos e comportamentos estão guiando ou interferindo nossa vida, nos favorecendo ou nos incomodando, a ponto de prejudicar ou ajudar nosso desempenho, se necessário desenvolvermos novos sentimentos, pensamentos e comportamentos mais adequados. Pois nosso objetivo é fazer com que sejamos bem compreendidos e não o contrário.

A partir do momento em que nos enxergamos, podemos escolher quais nossas melhores formas de nos comunicar, de nos expor nas situações de nosso dia a dia. E assim, por consequência, entendermos melhor o outro.

Além da mensagem que transmitimos com nosso comportamento, nossas energias interiores também devem ser consideradas para compor nossos exemplos.

É importante buscar uma forma de poder identificar e harmonizar energias negativas que, porventura, estejamos transmitindo ou recebendo. Pois o outro, além de observar nosso comportamento, também sente a energia que transmitimos. É muito comum o outro sentir que nossa energia não está coerente com nossas palavras ou atitudes.

Em uma consulta de Mesa Radiônica Quântica conseguimos harmonizar nossas energias e podemos  nos sentir mais equilibrados. Possibilitando assim, que nossos melhores sentimentos e atitudes sejam evidenciados.

Portanto, vale a pena se conhecer, cultivar bons hábitos, cuidar-se e cuidar de quem está a sua volta, mesmo que seja de uma forma indireta, dando seu exemplo.

__________________

Direitos autorais da imagem de capa: yacobchuk / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.