6min. de leitura

O ponto de encontro entre a física quântica e o poder da oração

Queridos leitores, sem a intenção de esgotar o assunto, pois trata-se de um tema muito vasto e com infinitas ramificações, convido vocês a refletirmos juntos somente a respeito do ponto de encontro entre a física quântica e a espiritualidade.

A partir do século XX desenvolveu-se uma nova forma de se conceber o mundo. A física quântica dá os seus primeiros passos através do cientista Max Planck e analisa os fenômenos que acontecem a nível atômico e subatômico, fazendo-nos repensar e alterar, a nossa forma de interpretar o mundo.


A visão cartesiana, mecanicista/newtoniana que nos trazia a ideia de um mundo estático, sólido, comparado a um grande relógio, com princípios determináveis e que o tempo e o espaço são imutáveis, vem perdendo lugar para uma ciência das possibilidades, que considera a existência de duas situações diferentes e simultâneas para um determinado corpo subatômico.

Ao analisarem situações microscópicas chegaram a soluções macroscópicas que alteram a nossa forma de ver, sentir e vibrar no mundo de hoje.

Parece unânime a ideia de que tudo hoje é vibração. Ouvimos o tempo inteiro as pessoas falarem em vibrar positivamente, energia positiva e/ou negativa, meditação etc., porém, na maioria das vezes, ainda estamos enraizados no paradigma da física clássica no qual fomos inseridos e ensinados e, em decorrência disso, a tão sonhada mudança que esperamos nunca acontece.

Tirando o modismo das redes sociais onde tudo parece perfeito e as fotos são acompanhadas de palavras como “gratidão”, “obrigada” e “felicidade”. Na vida real, somos invadidos por uma gama de informações, instruções, manuais para a felicidade, rituais para uma vida saudável etc., e não sabemos nem por onde começar a tal da mudança mágica que vai nos conduzir para o caminho da prosperidade e do amor.


A notícia maravilhosa e transformadora é que cada vez mais se consolida a integração entre a ciência e a espiritualidade, mostrando que somos partes de uma mesma unidade.

A proporção que a física quântica avança com todas as suas teorias, decodificamos um passado que já nos dava pistas de como deveríamos viver o presente. A grande revelação está numa coisa tão simples e conhecida por todos nós desde outrora: O PODER DA ORAÇÃO.

Calma! Você pode estar pensando agora: li o texto até aqui para ela contar esse segredo tão conhecido! Pois é, mas o que você talvez não tenha conhecimento é do que nos revela o Código de Isaías!


Esse manuscrito, escondido por dois mil anos, foi encontrado nas cavernas do Mar Morto, em 1946, e nos revela um padrão de oração, que a ciência quântica moderna considera que tem o poder de mudar todas as coisas! Quando oramos da forma correta, experimentamos o “efeito Isaías” recriando a nossa realidade e a do mundo no qual estamos inseridos.

E já que estamos falando no “Efeito Isaías”, vamos mencionar os ensinamentos do livro com o mesmo nome, do cientista moderno Gregg Braden, pioneiro na ciência que liga os ensinamentos antigos com a atualidade.

O padrão de oração que nós devemos adotar nos remete a um tripé: pensamento, sentimento e emoção, e quando perfeitamente alinhados, ganhamos o poder de transformar todas as coisas. É justamente esse o porquê que algumas orações são atendidas e outras não.

Então como orar? Já é comprovado cientificamente que tudo que você pode imaginar já existe no campo das possibilidades em seu estado dormente. Portanto, a nossa oração deve nos permitir acessar o resultado e não o criar. O pensamento deve direcionar a atenção e a emoção. Quanto maior a nossa emoção, maior será a energia que nos conduzirá ao resultado.

A emoção é a chave do poder secreto! O sentimento é a união do pensamento com a emoção. Se quisermos, por exemplo, prosperidade, não podemos orar pedindo dinheiro, precisamos agradecer pelo dinheiro que já temos, por mais que seja difícil, é preciso acessar o portal que nos distancia da prosperidade.

Ao pedir dinheiro, nós nos remetemos a um pensamento de escassez, e para Gregg Braden, só existe dois sentimentos: amor e medo. Nesse caso, a escassez nos remete ao medo e o universo quântico nos dará mais daquilo que que estamos pedindo na forma substancial. Ou seja, você viverá mais daquilo que você quer afastar.

Diante disso, baseados nos escritos sagrados e da física quântica, devemos prestar bastante atenção ao orarmos, para não atrairmos mais daquilo que não queremos.

Dessa forma, cuidado com os pensamentos que norteiam os seus pedidos, pois eles são os sentimentos que vão motivar aquela oração e na realidade, são eles que serão atendidos.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: mheim301165 / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.